Comportamento do consumidor de jogos eletrônicos: um estudo sobre as intenções de jogar e pagar

  • Lucas Lopes Ferreira de Souza Universidade Estadual do Ceará
  • Ana Augusta Ferreira de Freitas Universidade Estadual do Ceará
Palavras-chave: Mercado de games, Intenção de jogar, Intenção de pagar, Modelagem de equações estruturais

Resumo

O mercado de games é um dos mais rentáveis no quesito lazer, ultrapassando o mercado cinematográfico, e figura como o 11° do mundo e o 1° da América Latina em rentabilidade para as empresas. A despeito desta importância, poucas informações são conhecidas sobre quais as razões que motivam as pessoas a jogar. Este artigo teve como objetivo analisar quais características dos jogos influenciam os consumidores de games a jogar e a pagar. Como metodologia, uma pesquisa de campo foi conduzida com cerca de 600 usuários, e a modelagem de equações estruturais foi utilizada para testar o modelo. Entre os resultados, mostra-se que os construtos desafio, desvio, diversão, fantasia e interação social têm influência na intenção de jogar e pagar, enquanto o construto competição influencia negativamente a intenção de jogar. Não foram obtidas causalidades significantes dos construtos flexibilidade de tempo e excitação, no construto intenção de jogar. Ademais, foi observado que as motivações que obtiveram maior impacto são a diversão, o desafio e a fantasia, características que devem ser observadas por desenvolvedores e indústrias do setor.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-01
Como Citar
Souza, L., & Freitas, A. (2017). Comportamento do consumidor de jogos eletrônicos: um estudo sobre as intenções de jogar e pagar. Revista De Administração, 52(4), 419-430. https://doi.org/10.1016/j.rausp.2017.08.004
Seção
Marketing