Análise do sistema eletrônico de compras do governo federal brasileiro sob a perspectiva da criação de valor público

  • Ronaldo Inamine Universidade Federal de Santa Catarina; Programa de Pós-Graduação em Administração; Núcleo Interdisciplinar de Estudos em Gestão da Produção e Custos
  • Rolf Hermann Erdmann CNPq
  • Jamur Johnas Marchi Universidade Federal do Pampa
Palavras-chave: administração pública, sistema de compras públicas, criação de valor público, pensamento sistêmico-complexo

Resumo

O sistema de compras públicas do Governo Federal tem como um de seus objetivos a busca da eficiência. Esse conceito, contudo, amplia-se na medida em que são discutidos na Administração Pública aspectos complexos da criação de valor público, como expressão mais próxima do interesse do cidadão. Buscou-se na literatura identificar categorias que expressam o valor público para, então, analisar o sistema eletrônico de compras do Governo Federal brasileiro. As categorias encontradas foram: eficiência, transparência, accountability e interesse público. Na estratégia de pesquisa adotada, foram empregados os conceitos do pensamento sistêmico-complexo na elaboração de um instrumento de diagnóstico que permite a consideração de inter-relações entre categorias de análise, já aplicado no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), órgão responsável pela gestão do sistema eletrônico de compras no Governo Federal brasileiro. Os resultados demonstraram que a categoria eficiência destaca-se das demais. Contudo, existem perspectivas para o desenvolvimento das demais categorias. O uso do instrumento de diagnóstico permitiu a percepção de novas possibilidades que podem contribuir para o sistema alcançar objetivos mais amplos no âmbito das compras do Governo Federal, dentre eles a criação de valor público.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-03-01
Como Citar
Inamine, R., Erdmann, R., & Marchi, J. (2012). Análise do sistema eletrônico de compras do governo federal brasileiro sob a perspectiva da criação de valor público. Revista De Administração, 47(1), 124-139. https://doi.org/10.5700/rausp1030
Seção
Gestão Pública