Comparação do equilíbrio dinâmico entre praticantes de Brazilian Jiu-Jitsu com diferentes níveis de experiência

  • Bruno BRASIL Universidade Federal de Pelotas; Escola Superior de Educação Física
  • Suzete CHIVIACOWSKY Universidade Federal de Pelotas; Escola Superior de Educação Física
  • Fabrício Boscolo DEL VECCHIO Universidade Federal de Pelotas; Escola Superior de Educação Física
  • Cristine Lima ALBERTON Universidade Federal de Pelotas; Escola Superior de Educação Física

Resumo

O objetivo do presente estudo foi analisar o equilíbrio dinâmico em praticantes experientes e iniciantes de Brazilian Jiu-Jitsu (BJJ) e grupo controle. A amostra do presente estudo foi composta por 34 participantes, com idades entre 20 e 42 anos, divididos em três grupos: 10 praticantes de BJJ Experientes, 12 praticantes de BJJ Iniciantes e 12 não praticantes de BJJ que compuseram o grupo controle. A tarefa do protocolo consistiu na busca do equilíbrio sobre um estabilômetro, com o objetivo de manter a plataforma o mais perto possível da posição horizontal (ângulo de 0 a 3º de desvio máximo) durante cada tentativa de 90 segundos. Os resultados demonstram diferenças significativas entre os grupos [F(2,31) = 30,24; p < 0,001]. Através dos testes de "post-hoc" foram detectadas diferenças entre o grupo Experientes (46 ± 14 s) e os outros dois grupos, Iniciantes (25 ± 6 s, p < 0,001) e Grupo Controle (19 ± 4 s, p < 0,001). Todavia, não foram encontradas diferenças significativas entre os Grupo Controle e Iniciantes (p = 0,421). Os resultados sugerem que o tempo de prática de BJJ pode influenciar no desempenho do controle do equilíbrio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-12-01
Como Citar
BRASIL, B., CHIVIACOWSKY, S., DEL VECCHIO, F., & ALBERTON, C. (2015). Comparação do equilíbrio dinâmico entre praticantes de Brazilian Jiu-Jitsu com diferentes níveis de experiência . Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 29(4), 535-541. https://doi.org/10.1590/1807-55092015000400535
Seção
Biodinâmica