Análise da estrutura e organização esportiva da natação no Estado de São Paulo

  • Tatiana de Barros MEIRA Universidade de São Paulo; Escola de Educação Física e Esporte
  • Flávia da Cunha BASTOS Universidade de São Paulo; Escola de Educação Física e Esporte
  • Maria Tereza Silveira BÖHME Universidade de São Paulo; Escola de Educação Física e Esporte

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a estrutura de organização para o desenvolvimento da natação de alto rendimento no Estado de São Paulo. Para isso foi realizada uma entrevista semiestruturada com 11 técnicos de natação de alto rendimento do Estado de São Paulo, e dois funcionários da Federação Aquática Paulista. Na análise dos dados foi utilizado o método do Discurso do Sujeito Coletivo. Verificou-se que os clubes e as Entidades Municipais de Práticas Desportivas são responsáveis tanto pela formação esportiva, quanto pelo treinamento a longo prazo para a natação de alto rendimento. A administração das ações e políticas esportivas para o desenvolvimento da natação no Estado de São Paulo não acontece de modo centralizado, não segue orientação de entidades nacionais como o COB ou o Ministério do Esporte, ou de alguma entidade de administração da modalidade, como CBDA ou FAP. A elaboração e administração de ações e políticas esportivas para o desenvolvimento da natação de alto rendimento ocorre nos clubes e Entidades Municipais de Práticas Desportivas, de maneira autônoma e individualizada. Deste modo, cada entidade de prática é responsável pela definição de suas diretrizes, aplicação de recursos financeiros, prestação de contas, auditorias e relacionamento com patrocinadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-12-01
Como Citar
MEIRA, T., BASTOS, F., & BÖHME, M. (2015). Análise da estrutura e organização esportiva da natação no Estado de São Paulo . Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 29(4), 583-600. https://doi.org/10.1590/1807-55092015000400583
Seção
Sociocultural