“Guerreiras de chuteiras” na luta pelo reconhecimento: relatos acerca do preconceito no futebol feminino brasileiro

  • Leila SALVINI Asociación Latinoamericana de Estudios Socioculturales del Deporte
  • Wanderley MARCHI JÚNIOR Asociación Latinoamericana de Estudios Socioculturales del Deporte

Resumo

O presente artigo tem como objetivo descrever e analisar relatos acerca das dificuldades e motivações enfrentadas por jogadoras de futebol no Brasil. Para tanto, foram entrevistadas quatro jogadoras de um clube de futebol amador da cidade de Curitiba-PR que em algum momento de suas carreiras defenderam a seleção brasileira. Após análise das informações, constatamos que o preconceito – seja de gênero ou pela falta de incentivo - é recorrente no discurso das entrevistadas, assim como, o adjetivo “guerreiras” aparece no final deste escrito como sendo uma característica nata das mulheres que buscam a prática do futebol e depositam nele seu ensejo profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-06-01
Como Citar
SALVINI, L., & MARCHI JÚNIOR, W. (2016). “Guerreiras de chuteiras” na luta pelo reconhecimento: relatos acerca do preconceito no futebol feminino brasileiro . Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 30(2), 303-311. https://doi.org/10.1590/1807-55092016000200303
Seção
Sociocultural