Influência da gordura corporal no desempenho do salto com contramovimento em judocas de diferentes categorias de peso

Autores

  • Marina Saldanha da Silva Athayde Universidade Federal de Santa Catarina
  • Daniele Detanico Universidade Federal de Santa Catarina
  • Rafael Lima Kons Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.11606/1807-5509201700020345

Palavras-chave:

Esportes de combate, Ciclo alongamento-encurtamento, Salto com contra movimento, Potência muscular, Composição corporal.

Resumo

Este estudo teve como objetivo verificar a influência da gordura corporal nos parâmetros cinéticos do salto vertical em judocas de diferentes categorias. Participaram deste estudo 48 judocas do sexo masculino agrupados por categorias: 55-60 kg/60-66 kg (ligeiro/meio-leve), 66-73 kg/73-81 kg (leve/meio-médio) e 81-90 kg/90-100 kg (médio/meio-pesado). Os judocas realizaram saltos verticais countermovement jump (CMJ) sobre uma plataforma de força, sendo analisadas as variáveis de desempenho (altura do salto e potência), força máxima e pico de velocidade. Para análise dos dados foi utilizada análise de variância (ANOVA) e análise de covariância (ANCOVA) com o percentual de gordura como covariável. Para todos os testes foi utilizado p < 0,05. Os principais resultados mostraram que os atletas de categorias mais pesadas (81-90 kg/90-100 kg) apresentaram maior percentual de gordura (p < 0,05) e somatório de dobras (p < 0,05) quando comparado às demais categorias (55-60 kg/60-66 kg e 66-73 kg/73-81 kg). Foi encontrado menor desempenho nos judocas mais pesados em quase todas as variáveis do CMJ quando comparados com judocas de categorias mais leves, com destaque para altura do salto (55-60 kg/60-66 kg = 46,78 ± 6,05 cm; 66-73 kg/73-81 kg = 47,42 ± 4,39 cm; 81-90 kg/90-100 kg = 42,11 ± 4,11; p < 0,05). Porém, quando retirada a influência do percentual de gordura as diferenças desapareceram para a maioria das variáveis (p > 0,05). Pode-se concluir que judocas de categorias mais leves apresentaram valores superiores na maioria das variáveis do CMJ (altura do salto, potência e velocidade) quando comparados com atletas de categorias mais pesadas. Esses resultados parecem ser influenciados pelo menor percentual de gordura dos judocas mais leves.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-20

Como Citar

Athayde, M. S. da S., Detanico, D., & Kons, R. L. (2017). Influência da gordura corporal no desempenho do salto com contramovimento em judocas de diferentes categorias de peso. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 31(2), 345-353. https://doi.org/10.11606/1807-5509201700020345

Edição

Seção

naodefinida