Voleibol feminino de alto nível: análise do ataque na Superliga Feminina

Autores

  • Gustavo De Conti Teixeira Costa Universidade Federal de Goiás. Cognição e Ação Lab
  • Auro Barreiros Freire Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte

DOI:

https://doi.org/10.11606/1807-5509201700020365

Palavras-chave:

Voleibol, Análise de jogo, Tempo de ataque, Tipo de ataque, Efeito do ataque.

Resumo

O objetivo do presente estudo foi o de analisar a relação entre o tempo e tipo de ataque com o efeito do ataque (eficácia) na Superliga Feminina. Para tal, recorreu-se à análise e observação de 11 jogos, obtendo um total de 1831 ações de ataque. As variáveis investigadas foram o tipo de ataque realizado, o tempo de ataque e o efeito do ataque. A apreciação da análise inferencial dos dados recolhidos, por meio do quiquadrado, constatou que existiu uma associação estatisticamente significativa entre o tipo de ataque e o efeito do ataque (X 2 =577,967; p=0,000), bem como entre o tempo de ataque e o efeito do ataque (X 2 =26,606; p=0,003). A associação entre o tipo de ataque e o efeito do ataque permitiu verificar que o ataque na diagonal foi o mais recorrente e que o ataque colocado permitiu que ocorresse mais do que o esperado a continuidade do jogo. Com relação ao tempo de ataque observou-se que, embora o ataque de 3º tempo ter sido o mais recorrente, houve associação do ponto com o ataque de 1º tempo. Assim o presente estudo permitiu concluir que, para a população analisada, o ataque potente mostrou-se mais recorrente. Além disso, a predominância de um jogo mais lento (3º tempo) favoreceu a continuidade do jogo, entretanto, quando o mesmo foi efetuado com mais velocidade verificou-se o aumento da possibilidade de sucesso no ataque.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-20

Como Citar

Costa, G. D. C. T., & Freire, A. B. (2017). Voleibol feminino de alto nível: análise do ataque na Superliga Feminina. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 31(2), 365-372. https://doi.org/10.11606/1807-5509201700020365

Edição

Seção

naodefinida