Garrincha x Pelé: futebol, cinema, literatura e a construção da identidade nacional

Autores

  • Victor Andrade de Melo Universidade Federal do Rio de Janeiro; Escola de Educação Física e Desportos

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1807-55092006000400006

Palavras-chave:

História do esporte, Identidade, Futebol, Cinema, Literatura

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir a questão da construção da identidade nacional tendo como fio condutor inicial os debates desencadeados, entre jornalistas e críticos de Rio de Janeiro e São Paulo, por ocasião dos lançamentos dos filmes Garrincha, alegria do povo, de Joaquim Pedro de Andrade, e Rei Pelé, de Carlos Hugo Christensen (ambos em 1963). Ao final, busco estabelecer um diálogo com as posições de Nélson Rodrigues, em suas intenções de ver uma possibilidade de fortalecimento da nação a partir dos gramados de futebol, um ponto de vista original, ainda que idealizado, acerca das possíveis contribuições dos dois ídolos para a sociedade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-12-01

Como Citar

Melo, V. A. de. (2006). Garrincha x Pelé: futebol, cinema, literatura e a construção da identidade nacional . Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 20(4), 281-295. https://doi.org/10.1590/S1807-55092006000400006

Edição

Seção

naodefinida