Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental

intensidade dos esforços físicos e conteúdos desenvolvidos

Autores

  • Carolina Bohns Mattea Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, Brasil
  • Mário Renato Azevedo Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, Brasil
  • Daiana Lopes Rosa Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, Brasil
  • Eduardo Lucia Caputo Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, Brasil
  • Felipe Fossati Reichert Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, Brasil
  • Pedro Curi Hallal Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/1807-5509201800030361

Palavras-chave:

Educação Física, Acelerometria, Escola, Atividade motora

Resumo

Este estudo transversal de base escolar teve como objetivo caracterizar as aulas de Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental das escolas públicas e privadas da cidade de Pelotas, RS. Foram analisadas a duração e a intensidade dos esforços físicos, contexto e ação do professor durante as aulas. Compuseram a amostra 19 escolas da zona urbana e rural da cidade, totalizando 93 turmas e 404 alunos. Para as observações de 275 aulas de Educação Física foi utilizado o instrumento System for Observing Fitness Instruction Time (SOFIT). O nível de atividade física dos estudantes durante as aulas foi mensurado pelo acelerômetro Actigraph wGT3X+. A duração média de tempo das aulas de Educação Física observada pelo SOFIT foi de 29,9 minutos (DP 8,1). Destes, 14,2 minutos (47,8%) foram despendidos em atividades sedentárias, 7,8 minutos (26,2%) em atividades leves, 2,8 minutos (9,3%) em atividades moderadas e 4,9 minutos (16,7%) em atividades físicas vigorosas de acordo com a acelerometria. O contexto de aula mais frequente foi o de jogos estruturados (36,0%). Já a ação do professor gerenciando (45,6%) foi a mais observada. Ficou evidenciada a necessidade de um maior aproveitamento do tempo das aulas para o desenvolvimento de atividades físicas moderadas a vigorosas. Contudo, a Educação Física do 1º ao 5º ano se mostrou mais bem estruturada e planejada com relação à ação do professor e aos conteúdos desenvolvidos, especialmente quando comparado com estudos realizados no ensino médio e anos finais do ensino fundamental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-09-10

Como Citar

Mattea, C. B., Azevedo, M. R., Rosa, D. L., Caputo, E. L., Reichert, F. F., & Hallal, P. C. (2018). Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental: intensidade dos esforços físicos e conteúdos desenvolvidos. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 32(3), 361-370. https://doi.org/10.11606/1807-5509201800030361

Edição

Seção

Artigos