A influência de um programa de iniciação esportiva no desempenho motor e na rotina de atividades de crianças

  • Luciana Brauner Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Porto Alegre, RS, Brasil
  • Nadia Cristina Valentini Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Porto Alegre, RS, Brasil
  • Mariele Santayana de Souza Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Porto Alegre, RS, Brasil
  • Larissa Wagner Zanella Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Porto Alegre, RS, Brasil
  • Adriana Berleze Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Porto Alegre, RS, Brasil
Palavras-chave: Estudos de Intervenção, Desenvolvimento Infantil, Programas Compensatórios, Criança, Desempenho Motor

Resumo

As oportunidades disponibilizadas para criança em diferentes contextos de desenvolvimento possuem papel fundamental no desfecho motor bem como nos hábitos de vida da criança. Uma base motora diversificada é importante para que a criança possa se inserir com sucesso em atividades esportivas ao longo da adolescência. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito da inserção de um programa de iniciação esportiva sobre o desempenho motor e na rotina de atividades infantis. O Test of Gross Motor Development-Second Edition e um questionário adaptado sobre rotina de atividades na infância foram utilizados no presente estudo. As crianças foram pareadas e distribuídas em grupos controle e interventivo. O grupo interventivo participou de um programa de iniciação esportiva, com duração de 35 semanas e 56 dias de aulas. As crianças do grupo interventivo frequentavam o programa duas vezes por semana e as aulas eram implementadas com o clima de motivação para a maestria. As crianças do grupo controle participaram de aulas regulares de educação física duas vezes por semana. Os resultados indicaram: (1)
mudanças positivas e significativas do pré- para o pós-intervenção no quociente motor, nas habilidades locomotoras e de controle de objeto no grupo de crianças que participou no programa de intervenção; (2) escores motores superiores no pós-teste para o grupo interventivo; (3) mudanças positivas na rotina de atividade diárias do grupo interventivo; e (4) mudanças negativas na rotina de atividade diárias no grupo controle. A participação em programas esportivos resulta em aumento da proficiência motora e rotinas mais voltadas para o movimento em crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-06-02
Como Citar
Brauner, L., Valentini, N., Souza, M., Zanella, L., & Berleze, A. (2020). A influência de um programa de iniciação esportiva no desempenho motor e na rotina de atividades de crianças. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 33(4), 569-586. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/170592
Seção
Artigos