Perfil dermatoglífico das atletas de voleibol feminino da Copa da Rainha da Espanha

  • Adriano Alberti Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Gracielle Fin Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Gabriela Sartori Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Leoberto Ricardo Grigollo Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Juan Manuel Garcia Manso Universidade de Las Palmas de Gran Canaria
  • David Rodriguez Ruiz Universidade de Las Palmas de Gran Canaria
  • Miriam Esther Quiroga Escudero Universidade de Las Palmas de Gran Canaria
  • Rudy José Nodari Junior Universidade do Oeste de Santa Catarina
Palavras-chave: Voleibol, Mulheres, Dermatoglifia, Alto Rendimento

Resumo

Situado entre os cinco maiores esportes de prestígio no mundo, o voleibol é um esporte que exige potência, agilidade, bem como alta velocidade de seus atletas, principalmente quando praticado em alto nível de competição. Seguindo esse contexto, torna-se importante o surgimento de ferramentas que possam servir de subsidio para a orientação de novos talentos na modalidade em questão. A dermatoglífia surge como um método possível para a busca e orientação de atletas no desporto de alto rendimento.  Desta forma, o objetivo do presente estudo foi comparar as impressões digitais de atletas femininas de alto rendimento de Voleibol da Copa da Rainha da Espanha e de um grupo controle composto por mulheres não atletas. A amostra do estudo foi composta por 162 indivíduos do sexo feminino divididos em dois grupos. O primeiro composto por 81 atletas profissionais de equipes femininas de voleibol, participantes da Copa da Rainha de Voleibol da Espanha, que foram comparadas ao Grupo Controle, composto por 81 mulheres não atletas. A análise dermatoglífica seguiu o protocolo proposto por Cummins e Midlo, por intermédio do Leitor Dermatoglífico® validado por Nodari. Os resultados encontrados demonstraram que na comparação das variáveis numéricas, a quantidade de linhas do dedo médio da mão direita (MDSQL3) é menor no grupo das atletas profissionais de voleibol, quando comparados ao grupo controle. Os resultados encontrados neste estudo demonstraram que o perfil dermatoglífico das atletas de Voleibol feminino de alto rendimento difere significativamente do perfil da população não atleta. Recomendam-se novos estudos com populações de amostra maiores, com grupos étnicos variados, e pertencentes a diferentes competições e níveis competitivos do voleibol.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-06-20
Como Citar
Alberti, A., Fin, G., Sartori, G., Grigollo, L., Garcia Manso, J. M., Rodriguez Ruiz, D., Quiroga Escudero, M., & Nodari Junior, R. (2020). Perfil dermatoglífico das atletas de voleibol feminino da Copa da Rainha da Espanha. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 34(2), 187-193. https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v34i2p187-193
Seção
Artigos