A influência do método Pilates no desenvolvimento motor de crianças:

um estudo de intervenção

  • Mariele da Silva Hernandez Universidade Federal do Pampa
  • Simone Lara Universidade Federal do Pampa
  • Jaqueline Beck Rodrigues Universidade Federal do Pampa
  • Rodrigo de Souza Balk Universidade Federal do Pampa
  • Susane Graup Universidade Federal do Pampa
Palavras-chave: Desenvolvimento Infantil, Equilíbrio Postural, Atividade Motora, Criança

Resumo

O Desenvolvimento motor consiste em uma mudança contínua do comportamento motor ao longo da vida, provocada pela interação entre a exigência da tarefa motora, biologia do indivíduo e condições do ambiente. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi analisar a influência do Método Pilates sobre o desenvolvimento motor de crianças e verificar se o desenvolvimento motor está associado ao estado nutricional e ao sexo das mesmas. A amostra foi composta por 58 alunos com idade de 7 anos, sendo 55,2% do sexo feminino. O estudo é caracterizado como quase-experimental, composto por pré-teste e pós-teste e um tratamento experimental com o Método Pilates. O Desenvolvimento Motor foi avaliado por meio da bateria de testes Movement Assessment Battery for Children – MBAC, divididos em três categorias: destreza manual, habilidades com bola e equilíbrio. Para verificar o estado nutricional foi utilizada uma balança digital e um estadiômetro. Os resultados mostraram que o desenvolvimento motor teve uma melhora significativa após a aplicação do método Pilates. Não houve diferença estatística entre os sexos e associação entre o estado nutricional e o desenvolvimento das habilidades motoras. Com base nos resultados é possível concluir que o Método Pilates pode contribuir com o desenvolvimento motor de crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-06-20
Como Citar
Hernandez, M., Lara, S., Rodrigues, J., Balk, R., & Graup, S. (2020). A influência do método Pilates no desenvolvimento motor de crianças:. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 34(2), 249-258. https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v34i2p249-258
Seção
Artigos