A violência simbólica e a dominação masculina no campo esportivo: algumas notas e digressões teóricas

  • Leila Salvini Asociación Latinoamericana de Estudios Socioculturales del Deporte
  • Juliano de Souza Asociación Latinoamericana de Estudios Socioculturales del Deporte
  • Wanderley Marchi Junior Asociación Latinoamericana de Estudios Socioculturales del Deporte
Palavras-chave: Violência simbólica, Dominação masculina, Campo esportivo

Resumo

No presente artigo procuramos apresentar, de um ponto de vista teórico, algumas conjecturas relacionadas ao exercício da violência simbólica e, sobretudo, da dominação masculina no campo esportivo recuperando, na medida do possível, alguns exemplos práticos diretamente relacionados ao futebol e ao uso do corpo nos esportes. Tendo como ponto de partida para construção dos argumentos, a análise sociológica de Pierre Bourdieu, nos propomos, num primeiro momento, em apresentar brevemente a teoria dos campos e seus desdobramentos em se tratando da leitura do esporte. Num segundo momento, pretendemos avançar no tratamento da violência simbólica e dos usos legítimos do corpo como uma das formas sutis da dominação masculina reproduzida no campo esportivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-09-01
Como Citar
Salvini, L., Souza, J., & Marchi Junior, W. (2012). A violência simbólica e a dominação masculina no campo esportivo: algumas notas e digressões teóricas. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 26(3), 401-410. https://doi.org/10.1590/S1807-55092012000300006
Seção
Sociocultural