Fatores de risco associados ao comportamento alimentar inadequado em futebolistas

  • Leonardo de Sousa Fortes Universidade Federal de Juiz de Fora; Faculdade de Educação Física e Desportos
  • Marcelo de Oliveira Matta Universidade Federal de Juiz de Fora; Faculdade de Educação Física e Desportos
  • Santiago Tavares Paes Universidade Federal de Juiz de Fora; Faculdade de Educação Física e Desportos
  • Maria Elisa Caputo Ferreira Universidade Federal de Juiz de Fora; Faculdade de Educação Física e Desportos
Palavras-chave: Transtornos alimentares, Atletas, Futebol

Resumo

O comportamento alimentar inadequado (CAI) parece estar associado a diversos fatores. No entanto, a população de atletas, principalmente do sexo masculino, é carente de investigações deste tipo. O objetivo do presente estudo foi identificar fatores de risco para o CAI em jovens futebolistas. Foram avaliados 271 futebolistas de Juiz de Fora/MG. Avaliou-se o CAI mediante aplicação do Eating Attitudes Test (EAT-26). A insatisfação corporal foi verificada por intermédio do Body Shape Questionnaire. Aferiu-se massa corporal e estatura para calcular-se o índice de massa corporal, além de dobras cutâneas com o propósito de estimar a adiposidade corporal. Conduziu-se regressão logística binária para avaliar riscos sobre o CAI, incutindo nível de significância de 5%. Observou-se que somente a insatisfação corporal manteve-se associada ao CAI, tanto no modelo simples, quanto no ajustado para todas as variáveis (p < 0,05). Concluiu-se que a insatisfação corporal apresentou riscos para a manifestação do CAI.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-09-01
Como Citar
Fortes, L., Matta, M., Paes, S., & Ferreira, M. (2012). Fatores de risco associados ao comportamento alimentar inadequado em futebolistas. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 26(3), 447-454. https://doi.org/10.1590/S1807-55092012000300010
Seção
Sociocultural