Teorias curriculares, perspectivas teóricas em Educação Física Escolar e implicações para a formação docente

  • Osvaldo Luiz Ferraz Universidade de São Paulo; Escola de Educação Física e Esporte
  • Walter Roberto Correia Universidade de São Paulo; Escola de Educação Física e Esporte
Palavras-chave: Educação física escolar, Currículo, Formação docente

Resumo

A função do professor de educação física escolar pode ser definida pela elaboração, implantação e avaliação de programas que tematizam, do ponto de vista didático-pedagógico, jogos, esportes, lutas, ginásticas, danças, exercícios físicos, entre outros; com a intenção de influenciar a formação dos alunos para a participação democrática na vida em sociedade. Todavia, este consenso se dilui quando aplicado ao campo do currículo e da formação docente. No campo do currículo, apesar do reconhecimento de que a tematização didático-pedagógica se faz a partir de sentidos culturais e das potencialidades de estimulação do organismo humano que se apresentam nas manifestações da cultura de movimento; a intencionalidade, a organização curricular e a sistematização do conhecimento podem divergir consideravelmente modificando o papel do componente curricular na educação básica. Sendo assim, este texto analisa aspectos do desenvolvimento das teorias curriculares, relacionando-as às perspectivas teóricas em Educação Física. Em seguida, implicações deste debate são relacionadas à formação docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-09-01
Como Citar
Ferraz, O., & Correia, W. (2012). Teorias curriculares, perspectivas teóricas em Educação Física Escolar e implicações para a formação docente. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 26(3), 531-540. https://doi.org/10.1590/S1807-55092012000300018
Seção
Ensaios