Estudo da quantidade de jogadores em jogos reduzidos de handebol: mudança na dinâmica técnica e tática

Autores

  • Filipe Manuel CLEMENTE Universidade de Coimbra; Faculdade de Ciências do Desporto
  • Rúben Filipe ROCHA Universidade de Coimbra; Faculdade de Ciências do Desporto
  • Rui Sousa MENDES Escola Superior de Educação de Coimbra; Instituto Politécnico de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1807-55092014000100135

Resumo

O objetivo do presente estudo foi o de analisar os efeitos de diferentes formas de jogo (2 x 2, 3 x 3 e 4 x 4) de handebol no desempenho técnico e tático de alunos de Educação Física. Participaram no estudo oito alunos do sexo masculino (18,25 ± 1,04 anos de idade). Os indicadores que apresentaram diferenças significativas foram: contatos na bola, número de passes de ombro, passes de ombro completados e origem de pontos através de ataque organizado e contra-ataque. Conclui-se que as formas de jogo com menor número de alunos aumentaram a quantidade de ações técnicas e táticas, sugerindo-se estas formas numa fase inicial de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-03-01

Como Citar

CLEMENTE, F. M., ROCHA, R. F., & MENDES, R. S. (2014). Estudo da quantidade de jogadores em jogos reduzidos de handebol: mudança na dinâmica técnica e tática . Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 28(1), 135-145. https://doi.org/10.1590/S1807-55092014000100135

Edição

Seção

Pedagógica e Comportamental