Foco e Escopo

Revista de Cultura e Extensão USP visa se consolidar como um espaço qualificado para a promoção do conhecimento e diálogo de novas ideias e, principalmente, ampliar a comunicação da Universidade de São Paulo com a sociedade. Para isso, atua na divulgação das atividades de cultura e extensão existentes no âmbito da USP, apresentando as interfaces que tais ações desenvolvem com o ensino e a pesquisa.

Publicação semestral da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, abre espaço para pesquisadores e coordenadores de projetos de extensão desenvolvidos junto à comunidade discorrerem sobre seu trabalho nessa área, em uma linguagem acessível ao público.

Para publicação, a partir de uma chamada para artigos, os trabalhos devem ser apresentados em língua portuguesa, devendo ser originais e inéditos, o que significa que não devem ter sido anteriormente publicados nem enviados simultaneamente para outra revista. A publicação dos trabalhos dependerá da observância das normas da Revista Cultura e Extensão USP e da decisão da Comissão Editorial, após apreciação por especialistas da área.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos submetidos à Revista de Cultura e Extensão USP são previamente avaliados pela Comissão Editorial. Os trabalhos que não estiverem adequados à linha editorial do periódico são recusados e devolvidos aos seus autores. Os artigos aceitos pela comissão são encaminhados para a análise de pareceristas de diferentes unidades de ensino da Universidade de São Paulo e instituições científicas diversas. Os avaliadores consultados terão, no mínimo, o título de doutor, além de possuírem experiência notória na área do conhecimento do texto submetido à publicação.  Os nomes dos autores, dos pareceristas e das instituições a que pertencem permanecerão em sigilo durante todo o processo.

Os aspectos que orientam a avaliação dos originais encaminhados aos pares para a análise são: originalidade, apresentação, qualidade do texto, qualidade técnica, relevância e conformidade com a linha editorial da revista. Os avaliadores poderão recomendar a aceitação integral do texto, ou a sua recusa, ou ainda sugerir modificações para nova avaliação. A Comissão Editorial submete as sugestões de reformulações ao autor, e o artigo, já reformulado, retornará aos mesmos avaliadores para um parecer final.

Os trabalhos devem ser apresentados em língua portuguesa, devendo ser originais e inéditos, o que significa que não devem ter sido anteriormente publicados nem enviados simultaneamente para outra revista. São aceitos artigos apresentados em eventos científicos, desde que não tenham sido publicados anteriormente em outro periódico.

A Comissão Editorial poderá convidar pesquisadores para escrever para a Revista Cultura e Extensão USP. Alguns critérios adotados são: artigos originados de projetos de reconhecida qualidade técnica e relevância social; artigos sobre tema de grande relevância social, previamente definido pela Comissão Editorial, escritos por especialistas no assunto.

Periodicidade

Semestral (maio e novembro)

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Presença em diretórios e bases de dados

A revista está indexada no Catálogo Latindex (www.latindex.unam.mx), Portal Periódicos Capes (www.periodicos.capes.gov.br), LatinREV (http://flacso.org.ar/latinrev/) e REDIB (https://www.redib.org/).

Histórico do periódico

Revista de Cultura e Extensão USP foi criada com o objetivo de ampliar a divulgação das atividades de cultura e extensão existentes no âmbito da Universidade de São Paulo, além de apresentar as interfaces que essas atividades desenvolvem com o ensino e a pesquisa.

A revista tem por finalidade publicar artigos científicos relacionados a projetos ligados às áreas de cultura e extensão, desenvolvidos por docentes, funcionários e alunos.

Ao longo de 11 edições, o periódico ampliou sua missão, propondo ser um mecanismo de amplo diálogo da USP com a sociedade. Com o intuito de expandir seu âmbito de atuação, o periódico passou a receber artigos de outras instituições universitárias que tenham espírito semelhante. 

Diante da realidade atual, na qual o papel da cultura e da extensão é fundamental para os propósitos das Universidades, a Revista Cultura e Extensão USP ouve as demandas da comunidade acadêmica, valoriza iniciativas de cultura e extensão e intenta, progressivamente, fortalecer seu papel social como veículo de comunicação de uma instituição pública de ensino.