Foco e Escopo

O público-alvo da RC&F é constituído principalmente por professores, pesquisadores, profissionais e estudantes das áreas de contabilidade, finanças e atuária.

Escopo e linhas de pesquisa

A Revista Contabilidade & Finanças (RC&F) publica artigos inéditos teóricos e teórico-empíricos nas áreas de Contabilidade, Controladoria, Atuária e Finanças. Aceita trabalhos de diferentes paradigmas e metodologias, desde que sejam consistentes e relevantes para o desenvolvimento das áreas.

Ao submeter um artigo à RC&F o(s) autor(es) deve(m) se certificar de que o trabalho está alinhado com as Linhas de Pesquisa e com o escopo da revista.

As linhas de pesquisa que operacionalizam o foco de publicação são:

  • Contabilidade gerencial e controladoria

Refere-se ao campo de pesquisas e estudos sobre contabilidade gerencial e controladoria e seu uso nas organizações. Dentre os vários temas de interesse, contempla: contabilidade gerencial; análise e gestão de custos; controladoria nas entidades públicas, privadas e do terceiro setor; planejamento e gestão tributária; gestão da cadeia de produção; planejamento estratégico e controle orçamentário; sistemas de controle gerencial; sistemas de informações gerenciais; avaliação de projetos de investimentos; sustentabilidade; profissão do controller; entre outros. A linha trata os vários tipos de organizações, inclusive startups.

  • Contabilidade financeira

Envolve o desenvolvimento de estudos e pesquisas relacionados aos aspectos de identificação, mensuração e divulgação da informação contábil. Desdobra-se em: teoria da contabilidade; contabilidade societária; convergência de normas; balanço social (demonstração do valor adicionado, meio ambiente, recursos humanos); capital intelectual; contabilidade pública e do terceiro setor; auditoria independente; análise das demonstrações contábeis; reconhecimento dos efeitos inflacionários; contabilidade tributária; governança corporativa.

  • Mercado financeiro e integração empresas/stakeholders

Abrange estudos e pesquisas voltados aos aspectos conceituais e/ou empíricos dos mercados componentes do sistema financeiro (crédito, câmbio, monetário e de capitais), bem como as relações entre tomadores e investidores de recursos sob a ótica dos desempenhos empresariais passados e/ou projetados, conflitos de interesse, transparência, governança, sempre vinculados à discussão contábil.

  • Educação e Pesquisa em Contabilidade, Controladoria, Atuária e Finanças

Refere-se à investigação de modelos, métodos, técnicas e instrumentos que visam ao aprimoramento da qualidade de todo o processo de ensino-aprendizagem, bem como da vigilância do processo de construção de trabalhos científicos em todas as áreas de ciências contábeis, finanças e atuária. Desdobra-se em: educação superior; formação do contador; currículo mundial; processo de ensino e aprendizagem; estilos e estratégias de aprendizagem; tecnologia da educação; educação on-line e modelos colaborativos virtuais; epistemologia contábil; perfil; processo de ingresso; permanência e evasão no ensino superior; evolução do egresso; avaliação de programas educacionais.

  • Atuária

Trata de temas ligados ao gerenciamento de risco e à proteção social. Dentre as principais áreas, podem ser citadas todas as modalidades de seguros, previdência básica e complementar, saúde, enterprise risk management e riscos financeiros, finanças e investimentos, demografia e envelhecimento e demais tópicos de pesquisa que utilizem técnicas atuariais.

  • Assuntos emergentes em contabilidade, finanças e atuária

Compreende temas, abordagens, metodologias inovadoras ou que possam ter interdisciplinaridade que não se enquadre nas linhas anteriores. 

  • Pesquisas desenvolvidas dentro do ambiente hispânico

Procura tornar-se um ponto de encontro entre as pesquisas realizadas no ambiente hispânico, o do Brasil e o anglo-saxão, com base em artigos escritos nesse ambiente.

 

Caso os autores tenham dúvidas sobre a aderência de seus trabalhos às linhas de pesquisa da RC&F devem entrar em contato com o Editor-Chefe (recont@usp.br).

 

Avaliação

A Revista Contabilidade & Finanças (RC&F) busca avaliar os artigos primando pela qualidade e experiência dos pesquisadores envolvidos.

Para tanto, o processo de análise desk leva em conta um conjunto de elementos relevantes não só para a aceitação e publicação do artigo, mas também para o sucesso na citação.

Os elementos considerados são:

  1. Editor-Chefe encaminha o artigo para o(s) editor(es) associado(s) pelo sistema ScholarOne. Os elementos que devem ser discutidos entre os editores são:
  • Está no escopo?;
  • Atratividade (elementos que possam tornar o artigo interessante para a RC&F);
  • So what? (no que inova);
  • Lacuna tratada;
  • Problema;
  • Questão de pesquisa;
  • Hipóteses;
  • Referencial e construto;
  • Metodologia;
  • Outliers (quando aplicável); e
  • Questões formais de redação.

 

  1. Editor-Chefe e editor(es) associado(s) analisam os elementos mencionados e decidem se o artigo será encaminhado para rodada de revisão por pares ou não.

A revista estabelece metas, em termos de prazos, para o desenvolvimento das atividades. Em 2018, as metas são:

  • Etapa desk: 90% das submissões deve ser resolvida em até 30 dias;
  • Etapa de revisão: 90% das submissões deve ser resolvida em até 180 dias.

A etapa desk finaliza quando o artigo é encaminhado para os revisores ou quando é informado para os autores que não terá continuidade de análise.

Quando o artigo for enviado para os revisores:

  1. O revisor tem um prazo para responder se aceita ou não;
  2. Ao aceitar o convite, o revisor terá um prazo, podendo ser estendido dependendo de sua disponibilidade;
  3. Pontos que devem ser analisados pelos revisores:
  • Pontos fortes;
  • Pontos fracos;
  • Sugestões sobre o tema, a metodologia e os métodos, além da literatura que apoia a pesquisa e os achados; e
  • Os resultados, se decorrem dos achados da pesquisa.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

Avaliadores Ad-Hoc

Os Revisores Ad-Hoc desenvolvem a análise dos artigos a partir de um conjunto de elementos definidos em template; tais como interesse para o periódico, metodologia, referencial, clareza, entre outros. É possível que eles recomendem alterações no trabalho, indiquem-no para publicação, sugiram novas revisões ou rejeitem-no. Estes subsídios são utilizados pelo Editor-Chefe, ouvidos os Editores Associados, para a decisão de aceitação ou não dos artigos. 

Os Revisores Ad-Hoc da RC&F são estudiosos com reconhecimento na comunidade acadêmica nacional ou internacional. Sua seleção busca abranger tanto os diversos campos científicos de especialização, quanto a diversidade geográfica, incluindo regiões distintas do Brasil e de outros países. Os revisores são convidados pelo Editor-Chefe para fazerem parte do grupo de pesquisadores da Revista e, dentro das suas áreas de especialidades, o convite é estendido à análise dos trabalhos.

A escolha de Revisores Ad-Hoc para cada artigo é feita pelo Editor-Chefe do periódico, ouvidos os Editores Associados. 

 

Periodicidade

Quadrimestral

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Diretórios

10th Edition of Cabell's Directory of Publishing Opportunities in Management

CAPES/Qualis (Nacional B1)

LATINDEX - Sistema regional de información en línea para revistas científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

ULRICH’S PeriodicalsDirectory

Arquivamento e preservação digital

IBICT Rede Cariniana – Ministério da ciência, tecnologia e inovação 

PKP LOCKSS Private LOCKSS Network - Public Knowledge Project