Adaptação do Balanced Scorecard: Estudo de Caso em uma Empresa Distribuidora de Combustível

  • Omar José Evangelista de Barros Universidade Federal de Pernambuco; Centro de Ciências Sociais Aplicadas; Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais
  • Cláudio de Araújo Wanderley Universidade Federal de Pernambuco; Centro de Ciências Sociais Aplicadas; Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar e explicar a adaptação do balanced scorecard (BSC), a partir do modelo teórico de Ansari, Fiss and Zajac (2010), em uma distribuidora de combustível (cognominada Companhia Petrolífera), que se caracteriza neste artigo como empresa adotante seguidora. Assim, coloca-se no centro das discussões sobre a difusão de práticas de contabilidade gerencial o processo de adaptação. Os resultados evidenciaram que o BSC adotado na Companhia Petrolífera é compatível com outras tecnologias presentes na organização. No que diz respeito ao aspecto cultural, houve baixo ajuste da prática à cultura organizacional, ao passo que a análise do aspecto político não evidenciou desajustes. Em decorrência desse baixo ajuste cultural entre o BSC e a Companhia Petrolífera, nesta o BSC apresenta alta fidelidade e baixa extensão em relação ao modelo observado na literatura sobre o tema. O artigo segue as evidências teóricas e empíricas de que um padrão específico de adaptação dependerá do ajuste entre as características técnica, cultural e política da prática implementada e as características da empresa. Esse é um aspecto distintivo de nosso estudo, pois busca explicar as variações das práticas organizacionais analisando sua consistência com as necessidades, os objetivos e a estrutura da empresa adotante, considerando especialmente os aspectos culturais e políticos envolvidos no processo de adaptação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-01
Como Citar
Evangelista de Barros, O., & Wanderley, C. (2016). Adaptação do Balanced Scorecard: Estudo de Caso em uma Empresa Distribuidora de Combustível . Revista Contabilidade & Finanças, 27(72), 320-333. https://doi.org/10.1590/1808-057x201602200
Seção
Artigos