Determinantes do Reconhecimento das Perdas por Impairment do Goodwill

  • Mara Vogt Fundação Universidade Regional de Blumenau; Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis
  • Caroline Sulzbach Pletsch Universidade do Estado de Santa Catarina; Departamento de Ciências Contábeis
  • Vania Regina Morás Fundação Universidade Regional de Blumenau; Departamento de Ciências Contábeis
  • Roberto Carlos Klann Fundação Universidade Regional de Blumenau; Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis

Resumo

Este estudo teve por objetivo verificar os determinantes do reconhecimento das perdas por impairment do goodwill (IMPGOODW) em empresas brasileiras. Para tal, foi realizada uma pesquisa descritiva, documental, em que foram coletadas informações em bases de dados e em notas explicativas, com abordagem quantitativa. A amostra do estudo compreendeu as empresas brasileiras listadas na base de dados Thomson, totalizando 91 empresas e 346 observações. Os dados foram coletados entre os anos de 2011 a 2014. Para o tratamento e análise dos dados foi utilizada a regressão logística com dados em painel. Os resultados demonstram que os fatores mudança de gestão (MGEST), book-to-market (BM), quantidade de unidades geradoras de caixa (UGC), variação no retorno sobre ativos (ΔROA) e goodwill (GOODW) foram significativos para determinar as perdas por IMPGOODW. Estes achados indicam que, além de fatores econômicos, ações dos gestores estão associadas ao reconhecimento de tais perdas, as quais podem ser caracterizadas como incentivos à prática de gerenciamento de resultados (GR). Diante disso, conclui-se, de modo geral, que as perdas por IMPGOODW reconhecidas nas empresas analisadas podem não ter sido utilizadas unicamente para reduzir seus ativos aos valores recuperáveis, mas, também, para atingir resultados condizentes com os objetivos dos gestores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-01
Como Citar
Vogt, M., Pletsch, C., Morás, V., & Klann, R. (2016). Determinantes do Reconhecimento das Perdas por Impairment do Goodwill . Revista Contabilidade & Finanças, 27(72), 349-362. https://doi.org/10.1590/1808-057x201602010
Seção
Artigos