Relações com investidores e assimetria informacional,

  • Sandrielem da Silva Rodrigues Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Escola de Administração; Programa de Pós-Graduação em Administração
  • Fernando Caio Galdi FUCAPE Business School; Departamento de Contabilidade e Finanças
Palavras-chave: relação com investidores (RI), bid-ask spread, mercado de capitais brasileiro, informações financeiras, assimetria informacional

Resumo

Empresas investem volumes significativos de recursos em departamentos de relações com investidores (RI). Os profissionais atuantes no departamento de RI são responsáveis pela comunicação da empresa com o mercado, de modo que a informação gerada seja amplamente difundida e entendida pelos investidores. Nesse contexto, esta pesquisa tem por objetivo investigar se há indícios de que a atividade de RI diminui a assimetria informacional entre a empresa e o mercado. Especificamente, avalia-se a hipótese de empresas brasileiras com websites de RI classificados como mais informativos terem seu bid-ask spread (proxy de assimetria) reduzido. Para tanto, este trabalho classifica o conteúdo informativo dos websites de RI das empresas brasileiras para os anos de 2013 e 2014 e relaciona o resultado obtido com métricas de assimetria informacional. Inicialmente, a estimação considera o modelo de mínimos quadrados ordinários agrupados [pooled ordinary least squares (POLS)] e, em um segundo momento, visando a mitigar potenciais problemas de endogeneidade, utiliza-se o modelo de 2SLS agrupados [pooled two-stage least squares (2SLS)]. Os resultados indicam que websites de RI mais informativos são capazes de diminuir o bid-ask spread das empresas brasileiras cotadas em bolsa de valores. Esse achado fornece fortes incentivos para as empresas disponibilizarem informações às partes interessadas em websites próprios e bem estruturados de RI.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-08-01
Como Citar
Rodrigues, S., & Galdi, F. (2017). Relações com investidores e assimetria informacional,. Revista Contabilidade & Finanças, 28(74), 297-312. https://doi.org/10.1590/1808-057x201703630
Seção
Artigos