Seguros de automóvel no Brasil: concentração e demanda de mercado

Autores

  • Vivileine Maria Peres Banco do Brasil, Diretoria de Estratégia e Organização
  • Wilfredo L. Maldonado Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, Programa de Pós-Graduação em Economia https://orcid.org/0000-0001-9576-9418
  • Osvaldo Candido Universidade Católica de Brasília, Escola de Humanidades, Negócios e Direito, Programa de Pós-Graduação em Economia https://orcid.org/0000-0002-4850-6989

DOI:

https://doi.org/10.1590/1808-057x201808300

Palavras-chave:

seguros de automóvel, competitividade, concentração de mercado, demanda por seguros

Resumo

Este trabalho estuda dois aspectos do mercado de seguros de automóvel no Brasil: o primeiro visa determinar o grau de competitividade das empresas que o compõem e, o segundo, estimar e analisar a demanda por seguros de automóveis. A maioria de estudos no Brasil sobre o setor de seguros de automóveis versa sobre o desempenho das empresas desse setor ou, ainda, mostra estudos regionais da demanda por seguros e seus determinantes. Nesse sentido, este estudo inova os estudos desse setor no Brasil, mostrando, primeiramente, o comportamento próximo do competitivo das rmas e, depois, estimando a demanda por seguros no país. A relevância deste trabalho está na forma ordenada e sequencial de analisar a demanda em um setor. Primeiramente, a identi cação do tipo de concorrência que tem lugar no setor e, depois, com base nisso, a proposta de uma forma estrutural fundamentada em decisões otimizadoras para estimar as elasticidades-preço, renda e de poder de mercado da demanda. Além disso, é inegável a importância da análise do setor de seguros por movimentar signi cativas quantidades de recursos nanceiros e prestar um serviço essencial na economia. Com informação sobre a estrutura de mercado e do per l da demanda do setor seguros de automóveis, é possível propor tanto políticas estratégicas do ponto de vista das rmas individualmente quanto setoriais, visando trazer maior e ciência ao setor. Para analisar a competitividade, são calculadas medidas de concentração utilizando dados mensais agregados anualmente do prêmio de todas as empresas seguradoras do ramo de automóveis, no período de 2001 a 2016. Para estimar a demanda por seguros de automóvel, utilizaram-se dados semestrais de 2002 a 2010 para cada uma das 27 unidades federativas do Brasil. Dois são os resultados apresentados neste estudo. No primeiro, encontramos evidência de pouca concentração no mercado de seguros de automóveis no Brasil, sendo que as parcelas de participação estão bem distribuídas entre as empresas. O segundo mostra a estimação da demanda por seguros de automóveis no Brasil e encontra que a elasticidade de curto prazo da demanda por seguros em relação a prêmio cobrado é da ordem de -0,47, enquanto essa mesma elasticidade, no longo prazo, é de -1,33. Além disso, o lucro defasado tem in uência negativa sobre a importância assegurada da ordem de -0,21 no curto prazo e -0,59 no longo prazo. A renda não afeta signi cativamente a demanda por seguros no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-08-22

Como Citar

Peres, V. M., Maldonado, W. L., & Candido, O. (2019). Seguros de automóvel no Brasil: concentração e demanda de mercado. Revista Contabilidade & Finanças, 30(81), 396-408. https://doi.org/10.1590/1808-057x201808300

Edição

Seção

Artigos Originais