Evidências da globalização na educação contábil: estudo das grades curriculares dos cursos de graduação em universidades brasileiras e portuguesas

  • Edson Luiz Riccio USP; FEA; Depto. de Contabilidade e Atuária
  • Marici Cristine Gramacho Sakata USP; FEA
Palavras-chave: Curriculum Contábil, Educação, Globalização, Curriculum Mundial, Pesquisa Comparativa

Resumo

A formação dos contadores tem sido uma preocupação constante dos organismos internacionais de contabilidade como o IFAC - International Federation of Accountants e o IASB - International Accounting Standards Board, bem como da ONU - Organização das Nações Unidas, por meio de setores como o ISAR - Intergovernmental Working Group of Experts on International Standards of Accounting and Reporting/ UNCTAD - United Nations Conference on Trade and Development. Por sua vez, as instituições de ensino contábil dos diversos países são estimuladas a adequar-se às mudanças provocadas pela globalização, Assim, entende-se que quanto maior a similaridade entre o currículo adotado por um certo país e o currículo internacional, maior será a evidência de harmonização na educação contábil desse país, Para efeito de comparação, os autores consideram que a proposta feita pelo ISAR/UNCTAD/ONU de um Curriculum Mundial (CM) é a que contém a estrutura conceituai ideal ou os blocos de conhecimentos a serem ministrados pelas universidades em suas grades curriculares de Contabilidade. O estudo compara o resultado da análise de 25 Universidades Brasileiras e 25 Portuguesas em relação ao CM, Analisando-se o posicionamento em relação ao CM, percebe-se que o Bloco de Conhecimentos Administrativos e Organizacionais - tanto do Brasil como de Portugal - é o que apresentou maior aproximação. O que mais se distanciou foi o bloco de conhecimentos gerais. Outra característica notada nos resultados é a quantidade ainda baixa de disciplinas de Tecnologia de Informação na maioria das grades curriculares.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2004-08-01
Como Citar
Riccio, E., & Sakata, M. (2004). Evidências da globalização na educação contábil: estudo das grades curriculares dos cursos de graduação em universidades brasileiras e portuguesas . Revista Contabilidade & Finanças, 15(35), 35-44. https://doi.org/10.1590/S1519-70772004000200003
Seção
naodefinida