Utilização do custo-meta por empresas brasileiras como estratégia de gestão: alguns estudos setoriais utilizando o método da causalidade de Granger

  • Marcos Antonio Souza Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Fernando C Zanella United Arab Emirates University
  • Auster Moreira do Nascimento Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Custo-meta, Gestão de Preço e Custo, Causalidade de Granger

Resumo

Este artigo tem como objetivo básico desenvolver, com apoio no teste de causalidade de Granger, uma técnica de pesquisa que possa avaliar, no agregado de empresas e como uma alternativa ao estudo de caso, as estratégias de preços adotadas por empresas brasileiras. Em especial, busca-se distinguir aquelas empresas que adotam o custometa como estratégia, em relação àquelas empresas que adotam o custo mais margem ou, ainda, daquelas que não apresentam uma estratégia clara de preços e custos. Quarenta e sete empresas, de oito setores distintos, foram analisadas mediante a utilização do método de causalidade de Granger. Os resultados evidenciaram a falta de estratégia com relação à gestão de preços e custos das empresas, na maioria dos casos. Em particular, a hipótese da estratégia de custo-meta predominou somente no setor de distribuição de energia elétrica. Os resultados apresentados são suscetíveis a várias contribuições e podem servir como uma agenda para futuras pesquisas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2005-12-01
Como Citar
Souza, M., Zanella, F., & Nascimento, A. (2005). Utilização do custo-meta por empresas brasileiras como estratégia de gestão: alguns estudos setoriais utilizando o método da causalidade de Granger . Revista Contabilidade & Finanças, 16(39), 33-46. https://doi.org/10.1590/S1519-70772005000300004
Seção
naodefinida