Determinantes de estrutura de capital no mercado brasileiro: análise de regressão com painel de dados no período 1999-2003

  • Wilson Toshiro Nakamura Universidade Presbiteriana Mackenzie; Centro de Ciências Sociais e Aplicadas; Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas; Núcleo Permanente
  • Diogenes Manoel Leiva Martin Universidade Presbiteriana Mackenzie; Centro de Ciências Sociais e Aplicadas; Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas; Núcleo Permanente
  • Denis Forte Universidade Presbiteriana Mackenzie; Centro de Ciências Sociais e Aplicadas
  • Antonio Francisco de Carvalho Filho Universidade Presbiteriana Mackenzie; Centro de Ciências Sociais e Aplicadas
  • André Castilho Ferreira da Costa Universidade Presbiteriana Mackenzie; Centro de Ciências Sociais e Aplicadas; Departamento Administração
  • Alexandre Cintra do Amaral Universidade Presbiteriana Mackenzie; Centro de Ciências Sociais e Aplicadas; Departamento Administração
Palavras-chave: Estrutura de Capital, Painel de Dados Dinâmico, Teoria de Trade-off, Teoria do Pecking Order

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma investigação sobre os fatores determinantes da estrutura de capital das companhias abertas que atuam no mercado brasileiro. Foi utilizada uma amostra de 91 empresas cobrindo o período de 1999 a 2003. Na realização deste trabalho foi utilizada uma técnica de estimativa mais forte, conjugando Panel Data Dinâmico, que combina dados de corte transversal com séries temporais, com um instrumento de método de momento generalizado. Como proxies de estrutura de capital e alavancagem, foram usados os conceitos contábil e de mercado e seus resultados foram comparados. Em consonância com a literatura da área, foram selecionadas as seguintes variáveis: liquidez corrente, tamanho da empresa, rentabilidade, oportunidade de crescimento, risco de negócio, economia fiscal e crescimento de vendas, tangibilidade, coeficiente de variação e risco de falência. Para os testes, foram utilizados os instrumentos econométricos de GMM e AH. Os resultados econométricos demonstraram-se robustos pelas técnicas utilizadas. Os resultados de análise obtidos foram bastante consistentes com as teorias de Pecking Order e de Trade-off. Esses resultados, também, estão em linha com os observados em estudos similares realizados em diversos países.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-08-01
Como Citar
Nakamura, W., Martin, D., Forte, D., Carvalho Filho, A., Costa, A., & Amaral, A. (2007). Determinantes de estrutura de capital no mercado brasileiro: análise de regressão com painel de dados no período 1999-2003 . Revista Contabilidade & Finanças, 18(44), 72-85. https://doi.org/10.1590/S1519-70772007000200007
Seção
Artigos