Um estudo sobre o modelo de gestão e o processo sucessório em empresas familiares

  • Luiz Inácio Petry Centro Universitário UNIVATES; Ciências Contábeis do Centro de Gestão Organizacional
  • Auster Moreira Nascimento Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Departamento de Ciências Econômicas do Mestrado em Ciências Contábeis
Palavras-chave: Empresa Familiar, Modelo de Gestão, Processo Sucessório

Resumo

O presente estudo buscou identificar, a partir da realização de uma pesquisa de campo, as características mais presentes no modelo de gestão das empresas familiares da amostra utilizada, para inferir, a partir das observações realizadas, sobre aquelas que pudessem explicar sua longevidade, sob a perspectiva do processo sucessório. Para alcançar tal objetivo, executivos da mais alta hierarquia de 71 empresas do Estado do Rio Grande do Sul foram entrevistados. Os dados coletados, orientados por um roteiro de entrevistas, foram testados com a utilização de estatística descritiva, apoiada pela aplicação de teste de correlação de Pearson. O estudo levou em consideração o que foi observado na pesquisa de campo, contraposto às práticas de gestão empresarial consagradas pela literatura especializada. As conclusões do estudo sugerem que as empresas de maior porte possuem modelos de gestão mais aperfeiçoados e com características próximas àquelas preconizadas pela literatura especializada. Nas empresas de menor porte, porém, tais características destoam, em parte, das recomendadas pela mencionada literatura. Não houve, entretanto, evidências suficientemente fortes que permitissem a conclusão de que tais características fossem determinantes para a continuidade das organizações objetos do estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-04-01
Como Citar
Petry, L., & Nascimento, A. (2009). Um estudo sobre o modelo de gestão e o processo sucessório em empresas familiares . Revista Contabilidade & Finanças, 20(49), 109-125. https://doi.org/10.1590/S1519-70772009000100008
Seção
Artigos