Regulação da auditoria em sistemas bancários: análise do cenário internacional e fatores determinantes

  • José Alves Dantas Universidade de Brasília; Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais
  • Fábio Moraes da Costa FUCAPE Business School; Departamento de Contabilidade e Finanças
  • Jorge Katsumi Niyama Universidade de Brasília; Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais
  • Otávio Ribeiro de Medeiros Universidade de Brasília; Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais

Resumo

Este estudo empírico-analítico tem por objetivos promover uma comparação dos níveis de regulação da atividade de auditoria em instituições bancárias e avaliar a relação entre esse grau de regulação e características dos sistemas bancários nacionais. Utilizou-se uma base de dados mantida pelo Banco Mundial, contendo pesquisa realizada junto a autoridades supervisoras e regulatórias bancárias nacionais de 172 países. Por meio de estatísticas descritivas, foi constatado que o nível mais elevado de regulação é registrado nas nações mais desenvolvidas e nos países do Oriente Médio, Norte da África, Europa e Ásia Central. Também foi constatado que o Brasil apresenta grau de regulação superior à média verificada internacionalmente. Quanto aos testes realizados, por meio de regressão, para avaliar a relação entre o nível de regulação de auditoria e características do setor bancário, foi evidenciado que há mais requerimentos para a atuação dos auditores nos países em que o crédito doméstico provido pelo setor bancário é maior e onde os bancos são mais rentáveis. Por outro lado, há menor regulação nos países em que há maior participação de bancos estatais no sistema financeiro e onde há mais restrições à atuação das instituições bancárias. Não foi confirmada a hipótese de associação positiva entre grau de concentração do setor bancário e o nível de regulação da atividade de auditoria. Por fim, foi constatado que, em 2000, primeiro ano da pesquisa, o nível de regulação era menor que os níveis apurados nos demais exercícios, enquanto que, em 2007, último ano da pesquisa, o nível de regulação é maior que nos anos anteriores, confirmando o que foi encontrado na literatura de que as normas de auditoria tendem a se tornar mais rigorosas com o passar do tempo, na medida em que a demanda por requerimentos mais estritos se acumula, notadamente em momentos de crise de credibilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-04-01
Como Citar
Dantas, J., Costa, F., Niyama, J., & Medeiros, O. (2014). Regulação da auditoria em sistemas bancários: análise do cenário internacional e fatores determinantes . Revista Contabilidade & Finanças, 25(64), 7-18. https://doi.org/10.1590/S1519-70772014000100002
Seção
Artigos