Descrição geral, periodicidade, escopo e foco

A Revista de Contabilidade e Organizações (RCO) é uma revista brasileira de livre acesso criada em 2007, com avaliação por pares em double blind-review, e publicação em fluxo contínuo. A RCO é uma publicação da Universidade de São Paulo, mantida com recursos do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade/USP e do SiBi/USP.

A RCO publica resultados de pesquisas inovadoras, instigantes, surpreendentes e que demonstrem rigor metodológico e potencial impacto para a prática de contabilidade e de auditoria nos mais diversos tipos de organizações, mercados e governos. Como revista multiparadigmática, a RCO publica diversas abordagens metodológicas, quantitativas ou qualitativas, e teorias de diversas áreas. São especialmente bem-vindas abordagens interdisciplinares.

Visando a rapidez no processo de comunicação e divulgação das pesquisas científicas, mantendo o rigor na avaliação das submissões, a RCO em 2018 converteu sua frequência quadrimestral de publicação, para publicação em fluxo contínuo (continuously publishing).

A política de livre acesso e de licença aos autores é a Common Creative CCBY-NC- ND 4.0. A as políticas de publicação científica seguem os princípios do Committee on Publication Ethics, no Código de Conduta e Diretrizes de Melhores Práticas para Editores de Revistas recomendados pelo COPE.

  

Temáticas de interesse

A RCO tem interesse e oferece editores associados e avaliadores nas seguintes temáticas:

 

Empresas e mercados

  • Contabilidade Financeira e Qualidade da informação contábil
  • Contabilidade tributária e efeitos de Taxation
  • Finanças corporativas
  • Finanças e Economia Comportamental
  • Mercado de capitais
  • Governança Corporativa
  • Canais de Denúncia e Combate à Fraudes
  • Regulação da contabilidade

Governos e Terceiro Setor

  • Finanças públicas
  • Contabilidade Pública
  • Transparência, Controle e Combate à Corrupção
  • Sistemas de Informação
  • Papel do contador e organização da profissão

Educação e formação profissional

  • Carreiras e tendências da profissão
  • Ensino e avaliação em cursos de contabilidade e afins
  • Conteúdo curricular e construção de identidade profissional

Métodos aplicados à pesquisa em contabilidade e organizações

 

Políticas de seção

A partir de 2017 a RCO tem 3 seções, Editorial, Reflexões e Tendências e Artigos regulares. O Editorial é preparado pelo Editor-Chefe. A seção “Reflexões e Tendências” é dedicada a compartilhar experiências e análises de editores de periódicos, líderes de áreas e pesquisadores referências em suas linhas de pesquisa, sobre uma temática de interesse de todos. Objetiva reunir os anos de experiência e interação na academia de pesquisadores, analisar tendências internacionais de forma organizada e sumarizada, ajudando a renovação da área.  As contribuições nessa seção são feitas por convite e analisadas pela Equipe Editorial. A seção de artigos regulares segue o escopo editorial e regras de submissão, e é submetida à avaliação por pares.

 

Periodicidade

Fluxo contínuo

 

Comportamento ético e tratamento de más-práticas

O plágio é uma violação grave e sua ocorrência não é aceitável nas submissões da RCO, seja intencional ou não. Adota-se a definição de plágio da ‘The Office of Research Integrity’, como a apropriação de ideias, processos, resultados ou palavras de outra pessoa sem dar crédito apropriado.

A configuração de plágio não é algo simples e requer cuidadoso processo de verificação e reunião de evidências. A RCO adota as diretrizes do Committee on Publication Ethics (COPE). Como um indicativo de originalidade, a RCO analisa a taxa de similaridade do manuscrito submetido pelos autores comparados com textos publicados e disponíveis na base acessada pela ferramenta Crossref Similarity Check (iThenticate). As similaridades apontadas pelo sistema são analisadas caso a caso.  Além do plágio, a RCO está aberta a denúncias ou questionamentos sobre más-práticas como fabricação de dados e evidências, a atribuição indevida de autoria e a submissão simultânea do mesmo manuscrito a dois ou mais periódicos.

Quando identificadas, cada má-prática dispara um processo específico interno na revista. No caso de similaridade, submissão simultânea ou dúvida de prática de fatiamento de publicação (salami-slicing), identificadas na avaliação da contribuição, o Editor-chefe entra em contato com os autores solicitando esclarecimentos. Caso as justificativas não sejam satisfatórias e as devidas correções não sejam realizadas, o manuscrito é retirado do processo de avaliação e os autores serão sancionados pela publicação de artigos por um período determinado pelo(s) Editor(es) responsável(s).

 Na hipótese de denúncias ou alertas de más-práticas, ocorridas após a publicação, a RCO abre processo interno para apuração, e confirmada a violação retira o artigo de circulação. A RCO se reserva o direito de informar às instituições de vínculo dos autores sobre más-práticas detectadas antes ou depois da publicação.

 

Política de acesso livre e de taxas

A RCO adota a política de Acesso Livre (Libre Open Access), sob o acordo padrão Creative Commons (CC BY-NC-ND 4.0).  O acordo prevê que:

  • A submissão de texto autoriza sua publicação e implica compromisso de que o mesmo material não esteja sendo submetido a outro periódico. O original é considerado definitivo;
  • Autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attributionque permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista;
  • Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com necessário reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista;
  • Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre);
  • A revista não paga direitos autorais aos autores dos textos publicados;
  • O detentor dos direitos autorais da revista, exceto os já acordados no acordo de Libre Open Access (CC BY-NC-ND 4.0), é o Departamento de Contabilidade da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Não são cobradas taxas de submissão ou de publicação.

 

 Política de direitos autorais e autoria

São aceitos até 4 autores por artigo. Casos excepcionais devidamente justificados poderão ser analisados pelo Comitê Executivo da RCO. São considerados casos excepcionais: projetos multi-institucionais; manuscritos resultantes da colaboração de grupos de pesquisa; ou que envolvam grandes equipes para coleta de evidências, construção de dados primários e experimentos comparados. 

É recomendada a ordem de autoria por contribuição, de cada um dos indivíduos listados como autores, especialmente no desenho e planejamento do projeto de pesquisa, na obtenção ou análise e interpretação de dados e redação. Os autores devem declarar as efetivas contribuições de cada autor, preenchendo a carta ao editor, logo no início da submissão, responsabilizando-se pelas informações dadas.

É permitida a troca de autores durante todo o processo de avaliação e, antes da publicação do manuscrito. Os autores devem indicar a composição e ordem final de autoria no documento assinado por todos os envolvidos no aceite para publicação. Caso a composição e ordem de autoria seja diferente da informada anteriormente no sistema, todos autores anteriormente listados deverão se manifestar favoráveis.

No caso de identificação de autoria sem mérito ou contribuição (ghost, guest or gift authorship), a RCO segue o procedimento recomendado pela COPE.

 

 Processo de Avaliação

O processo de avaliação é composto pela verificação preliminar na secretaria, pela avaliação do editor chefe e de associados (Desk Review) e pela avaliação por pares (Peer Review). A avaliação tem objetivo garantir o rigor científico e a adequação à linha editorial, e também desenvolver a qualidade geral dos manuscritos apoiando os autores.

Verificação de Secretaria: São analisados os metadados, atendimento das regras de submissão e verificação inicial de similaridade. Cada caso de similaridade identificada mesmo que mínimo fica à disposição dos editores Chefe e associados para análise no processo de Desk Review.

Desk Review - A avaliação preliminar dos artigos recebidos pelo Editor-chefe e pelos editores associados avalia nesta ordem de prioridade: a adequação ao foco da revista, contribuições oferecidas para o avanço do conhecimento científico, o equilíbrio e adequação teórico e empírico, e a qualidade geral do manuscrito. Os artigos que recebem avaliação positiva nesta etapa seguem para Peer Review.

Peer Review - A avaliação por pares em double blind review observa:

  • Originalidade do trabalho e avanço ao conhecimento no tema;
  • Contribuição e Implicações práticas dos resultados;
  • Problema de pesquisa definido e justificado;
  • Relevância e consistência teórica;
  • Adequação e uso apropriado de métodos e técnicas;
  • Qualidade de redação e organização do texto.

Considera-se o processo de avaliação etapa fundamental para o aperfeiçoamento dos manuscritos. Por esse motivo, os avaliadores da RCO são incentivados a apresentar, além do parecer quanto à publicação, sugestões de melhoria quanto ao conteúdo e à forma.

O Editor-chefe, após o parecer dos avaliadores, revisa a versão final do trabalho podendo aprová-la, solicitar novas adequações ou enviar o manuscrito novamente para peer review.

Os autores, além de poderem verificar as etapas do processo de avaliação no site da revista, são comunicados do status de sua submissão por e-mail. Estima-se um prazo total de 1 mês para o Desk Review, e de 3 a 4 meses para receber o resultado do double blind review.

O resultado do processo de avaliação é: Aprovação, Solicitação de revisões ou Rejeição. Em todos os casos os autores conhecem o parecer dos editores chefe, associados e avaliadores.

Como forma de reconhecer o trabalho essencial dos revisores a RCO recomenda fortemente que eles registrem suas avaliações na plataforma Publons.

 

 Política de Interesses Conflitantes

Um interesse conflitante é qualquer interesse de ordem financeira, profissional ou pessoal, que interfira potencialmente na isenção de vínculos na elaboração, na avaliação ou na publicação de um manuscrito.

Conflito de interesses de autores. Autores devem garantir que seus resultados estão livres de interesses de patrocinadores, empregadores ou com quem mantenha relação de dependência. No processo de submissão os autores devem declarar a existência de eventuais interesses financeiros, pessoais ou profissionais que possam potencialmente ter influenciado a elaboração do manuscrito.

Devem declarar a existência de:

  • Subvenções para pesquisa recebidas de quaisquer fontes, para viagens ou participações em reuniões, prestação de serviços pagos, relações com o corpo editorial da RCO; 
  • Relações com as organizações envolvidas e participação em agências governamentais;
  • Fontes de financiamento para o trabalho, incluindo seu papel e o envolvimento na decisão de submissão do artigo para publicação.

Os conceitos, opiniões e ideias publicados nos artigos são de responsabilidade de seu(s) autor(es). A Instituição ou quaisquer organismos editoriais vinculados à RCO não se responsabilizam pelos mesmos.

Conflito de interesse de avaliadores. Avaliadores devem estar isentos de vínculos para proceder a avaliação do manuscrito. Apesar da avaliação duplo-cega, atualmente o titulo dos artigos e seu conteúdo pode ser detectado em bases de pre-print ou anais de congressos online. Se identificada a autoria do manuscrito pelo avaliador, caso haja qualquer conflito de interesse, este deve ser informado antes do aceite.

 Conflito de interesse de editores associados. Editores associados podem submeter manuscritos para avaliação, contudo são excluídos do processo de avaliação que envolva sua submissão.

 Casos que envolvam possível conflito de interesse em que a relevância, bem como a implicação sobre o manuscrito não tenha sido claramente definida, serão analisados pelo Editor-chefe e pelo Comitê Executivo.

 

 Governança da RCO

O editor-chefe e o editor adjunto são indicados e eleitos para um mandato de 2 anos, pelo Conselho do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto/USP. O departamento de contabilidade é o fundador e mantenedor da revista. Os editores são responsáveis pela Gestão Editorial, que inclui todo processo editorial, contratação de serviços de tradução e gravação XML, gestão das mídias sociais, proposição de eventos e outras atividades.

O Editor-Chefe coordena e seleciona a equipe de secretaria e editores associados.

Alterações de políticas editoriais, alteração de conselho editorial, casos graves de desvio de conduta de autores, e decisões de longo prazo são propostas pelo Editor-Chefe, e discutidas e analisadas pelo Comitê Executivo da RCO, composto pelo chefe do mencionado departamento de contabilidade, coordenador do programa de pós-graduação do mesmo departamento, membros seniores do departamento e o próprio Editor-Chefe.

Decisões a respeito de escopo, direcionamento de conteúdo, são analisadas junto com Conselho Editorial.

 

 Denúncias, reclamações e sugestões

A RCO atende denúncias voluntárias da comunidade científica (whistleblowers), reclamações de autores, avaliadores, leitores e da comunidade em geral pelos seus canais de comunicação: e-mail (rco@usp.br), Facebook, ou telefone (+55 16 3315-9086).

No caso de denúncia sobre suspeitas de conflitos de interesse, fabricação de dados, e outros problemas de desvio ético, deve ser feita necessariamente pelo e-mail da RCO. As respostas serão dadas em até 48 horas após o início da demanda.

Em casos graves de má-conduta ética ou conflitos de interesse, se o Editor responsável não conseguir solucionar o problema reportado, a RCO se compromete em encaminhar a questão para o COPE.

Em caso de sugestões e dúvidas, autores, revisores e leitores podem falar diretamente com a secretaria pelo telefone.

 

Indexadores, Diretórios e Catálogos

Indexada por:

  • SISTEMA DE INFORMACIÓN CIENTÍFICA REDALYC é uma Rede de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal. Redalyc é um projeto promovido pela Universidad Autónoma de Estado de México (UAEM), tem como objetivo contribuir para a divulgação das atividades científicas editorias produzidas na América Latina.
  • SPELL® – Scientific Periodicals Electronic Library, é um sistema de indexação, pesquisa e disponibilização gratuita da produção científica. Com o objetivo central de promover o acesso, organização, disseminação e análise da produção científica de distintas áreas do conhecimento, o Spell cumpre com uma dupla missão: organizar, numa única base de dados, um significativo acervo de conhecimento e proporcionar acesso livre a usuários interessados na produção científica. Iniciado em 2012, o Spell concentra, inicialmente, a produção científica das áreas de Administração, Contabilidade e Turismo, publicadas a partir de 2008.
  • PORTAL DE REVISTA DA USP é uma biblioteca eletrônica, que publica as revistas produzidas pela Universidade de São Paulo e credenciadas pelo Programa de Apoio às Publicações Científicas Periódicas da USP.
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

 

Gestão Eletrônica do Processo Editorial

A RCO - Revista de Contabilidade utiliza o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - SEER (Open Journal Systems - OJS) para automatização e gerenciamento eletrônico efetivo do seu processo editorial dos manuscritos (submissão, avaliação e revisão de artigos, resenhas e caso). O sistema "SEER" é distribuído em todo o território nacional gratuitamente pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, e reconhecido pela Capes.

 

Ficha Bibliográfica

ISSN: 1982-6486 (periódico eletrônico / online)

Revista de Contabilidade e Organizações - Volume 1, n.1, (2007) - Ribeirão Preto -SP: Editora FEA-RP / USP - Universidade de São Paulo, 2007.

Quadrimestral: v.1 a v.11

Fluxo contínuo: a partir de v.12

Publicação do Departamento de Contabilidade Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto e do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade FEA-RP/USP.

1- Ciências Contábeis - Periódico

 

Fontes de Apoio

Agradecemos o patrocínio da Fundace e do Departamento de Contabilidade da FEARP / USP