Editorial

  • André Carlos Busanelli de Aquino Universidade de São Paulo

Resumo

Editorial

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-05-23
Como Citar
Aquino, A. (2018). Editorial. Revista De Contabilidade E Organizações, 12, e146471. https://doi.org/10.11606/issn.1982-6486.rco.2018.146471
Seção
Editorial

Prezados leitores da Revista de Contabilidade e Organizações,

Abrimos o volume 12, relativo ao ano de 2018, alinhando a RCO com uma importante tendência internacional. A partir desse ano, a RCO passa a publicar artigos na modalidade de fluxo contínuo, no inglês ‘continuous publication model’ ou ‘rolling pass’. No nosso conhecimento, é a primeira revista brasileira da área de contabilidade a fazer esta migração.

A mudança de frequência quadrimestral para fluxo contínuo visa dar maior celeridade na publicização dos artigos aprovados, pois não há necessidade de formação de fascículo ou número. Assim, os resultados das pesquisas são divulgados para a sociedade à medida que vão sendo liberados pela equipe editorial, após finalizado todo processo de avaliação e editoração. Como todo processo de avaliação permanece o mesmo, a qualidade e rigor dos artigos continuam no mesmo patamar. A quantidade de artigos publicados anualmente pela RCO será mantida.

A cada ano um único volume estará em construção (no inglês rolling volumes), sendo adicionados a ele os artigos aprovados ao longo do ano. Essa mudança altera a forma de citar um artigo da RCO a partir de 2018, não existindo mais a indicação de número da edição ou numeração sequencial de páginas. Para referenciar um artigo dentro do volume, utilizamos, além do DOI, o elocation-id, que é um identificador eletrônico único para cada artigo no volume.

Com o surgimento de novos padrões e tecnologias, o processo de editoração e publicação de resultados científicos tem se tornado mais acelerado, atendendo a uma velocidade cada vez maior de divulgação científica. Nós acreditamos que a mudança para fluxo contínuo trará maior dinamicidade para as pesquisas na área, além de estar alinhado com tendências já praticadas por revistas de ponta (por exemplo: Duriez, 2013; Allegra, 2013; Cirasella & Bowdoin, 2013 e; Binfield, 2009).

São mantidos os tipos de contribuição feitas pelos autores na RCO: os artigos regulares, os casos de ensino e as “Reflexões e Tendências” (ver editorial referente ao v. 11, n. 31 de 2017). Todos são disponíveis com livre acesso aos leitores.

Dito isso, apresentamos o primeiro artigo do volume de 2018, “Endividamento e decisões contábeis: a relação não linear entre dívida e qualidade dos lucros” de Cristiano Machado Costa, Adriana Machado Matte e Danilo Soares Monte-Mor. Os autores propõem a existência de uma relação não linear entre os lucros divulgados pelas empresas listadas na BM&FBovespa no período de 2008 a 2015 e a presença de componente discricionário (accruals), a depender do nível de endividamento. Esta associação não linear acomodaria alguns resultados aparentemente contraditórios da literatura internacional. Os autores sugerem que a análise da inflexão do modelo não linear poderia auxiliar credores a calibrarem cláusulas de proteção compensando os riscos associados à informação contábil.

Para o ano de 2018 ainda está programada a publicação dos artigos aprovados na chamada “Contabilidade organizacional e a organização da contabilidade no Setor Público”, assim como o lançamento de outras chamadas para contribuições temáticas.

Desejamos a todos uma excelente leitura!

André Carlos Busanelli de Aquino

Editor-Chefe da Revista de Contabilidade e Organizações