[1]
A. Arigony, O poder normativo das agências reguladoras e a constitucionalidade dos princípios inteligíveis, RDDA, vol. 6, nº 1, p. 202-224, fev. 2019.