O uso de Geoindicadores em paisagem rural: Subsídios à análise das mudanças morfológicas Antropogênicas da Bacia do Córrego do Cavalheiro – Analândia (SP)

Autores

  • Leandro de Godoi Pinton Universidade Estadual Paulista. Rio Claro-SP
  • Cenira Maria Lupinacci da Cunha Universidade Estadual Paulista. Rio Claro-SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v29i0.102128

Palavras-chave:

Antropogeomorfologia, Geoindicadores, Cartografia Geomorfológica, Paisagem Rural.

Resumo

A criação de metodologias nos estudos da Antropogeomorfologia tem contribuído para a mensuração das mudanças morfológicas induzidas pelo homem. Neste contexto, a sistematização de geoindicadores permite leituras quantitativas de diversos parâmetros geomorfológicos. A diversidade de sistemas ambientais e a maior intensidade das ações antrópicas sugerem o estabelecimento de geoindicadores mais específicos. Assim, o presente artigo teve como objetivo analisar a formulação de morfologias antropogênicas vinculadas às mudanças do uso da terra em área rural e, a partir dessa análise, discutir geoindicadores que permitam realizar a quantificação de formas do relevo que indicam processos geomorfológicos dinamizados pela ação antrópica. A disposição natural da bacia do Córrego do Cavalheiro – Analândia (SP), na transição entre as Cuestas Areníticas-Basálticas e a Depressão Periférica Paulista, atrelada a uso da terra essencialmente rural condicionam o seu enquadramento na referida perspectiva. A análise correlativa entre os dados obtidos com as cartas de uso da terra e geomorfológicas numa série histórica de 51 anos permitiu a definição de geoindicadores, que se mostraram eficazes no monitoramento de feições derivadas do antropogênico, constituindo-se em lista passível de uso em sistemas com dinâmica natural e de uso da terra análoga a área de estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro de Godoi Pinton, Universidade Estadual Paulista. Rio Claro-SP

Doutorando em Geografia, Universidade Estadual Paulista - UNESP, Rio Claro-SP

Cenira Maria Lupinacci da Cunha, Universidade Estadual Paulista. Rio Claro-SP

Profª. Drª. do Departamento de Planejamento Territorial e Geoprocessamento (DEPLAN), Universidade Estadual Paulista - UNESP, Rio Claro-SP

Downloads

Publicado

2015-06-17

Como Citar

Pinton, L. de G., & Cunha, C. M. L. da. (2015). O uso de Geoindicadores em paisagem rural: Subsídios à análise das mudanças morfológicas Antropogênicas da Bacia do Córrego do Cavalheiro – Analândia (SP). Revista Do Departamento De Geografia, 29, 1-19. https://doi.org/10.11606/rdg.v29i0.102128

Edição

Seção

Artigos