Os Impactos do Programa de formação de Professores nas práticas de formação Docente no Departamento de Geografia da USP.

Autores

  • Eduardo Donizeti Girotto Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v29i0.102129

Palavras-chave:

Formação Docente, Geografia, Currículo.

Resumo

No presente artigo, resultado de pesquisa de doutorado realizado junto ao Programa de Pós-graduação em Geografia Humana do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo, analisamos mudanças ocorridas no ensino e na formação docente em geografia a partir do processo de implementação do Programa de Formação de Professores (PFP-USP) lançado por esta Universidade em 2006. Nosso intuito é analisar de que maneira o PFP-USP tem norteado as decisões institucionais e práticas que envolvem a formação do professor de geografia, bem como os desafios que traz para o DG-USP. Para tanto, recorremos a pesquisas documentais na Instituição e em outros bancos de dados que se referem à formação de professores na USP. Além disso, aplicamos questionários e realizamos entrevistas com docentes e discentes do referido departamento e de outros institutos e faculdades da universidade que, direta ou indiretamente, tiveram algum grau de participação no processo de construção de implementação do PFP-USP, para que assim pudéssemos analisar as diferentes perspectivas e práticas que ali existem, bem como os desafios para que o programa se efetive.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Donizeti Girotto, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutor em Geografia Humana, USP. Professor Adjunto do Colegiado de Geografia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Downloads

Publicado

2015-06-17

Como Citar

Girotto, E. D. (2015). Os Impactos do Programa de formação de Professores nas práticas de formação Docente no Departamento de Geografia da USP. Revista Do Departamento De Geografia, 29, 342-366. https://doi.org/10.11606/rdg.v29i0.102129

Edição

Seção

Artigos