Feiras e Mercados Municipais em Bocaiúva (MG) e Montes Claros (MG): O Empoderamento das Mulheres Agricultoras

  • Ana Ivania Alves Fonseca Universidade Estadual de Montes Claros
  • Silviane Gasparino Costa Universidade Estadual de Montes Claros
  • Genilda do Rosário Alves Lima Vieira Universidade Estadual de Montes Claros
  • Sanndy Maria Gonçalves Galdino Universidade Estadual de Montes Claros
Palavras-chave: Feiras, Mercados Municipais, Trabalho, Mulheres Agricultoras, Crédito rural.

Resumo

As feiras e os mercados municipais no Norte de Minas são locais onde são manifestas relações culturais. Há o entrelaçamento entre o urbano e o rural por meio dos produtos comercializados e do contato entre os agricultores familiares e a população urbana. Para as agricultoras familiares dos municípios de Montes Claros (MG) e Bocaiúva (MG), a feira, nesses mercados, não só possibilita o ganho financeiro, mas também são locais de socialização de seus saberes e de qualidade de vida. A maioria das mulheres agricultoras que participa das feiras relata estar satisfeita com a comercialização de seus produtos nesses espaços e que não troca essa atividade por um trabalho na cidade com carteira assinada. Assim, este trabalho objetiva verificar o acesso das mulheres rurais aos mercados e feiras como forma de construção de sua identidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-08-23
Como Citar
Fonseca, A., Costa, S., Vieira, G., & Galdino, S. (2017). Feiras e Mercados Municipais em Bocaiúva (MG) e Montes Claros (MG): O Empoderamento das Mulheres Agricultoras. Revista Do Departamento De Geografia, 33, 97-105. https://doi.org/10.11606/rdg.v33i0.129166
Seção
Artigos