Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Modelos de Erosão Hídrica e Tolerância das Perdas de Solo em Latossolos Distróficos no Sul de Minas Gerais

André Silva Tavares, Henrique Mendes Júnior, Velibor Spalevic, Ronaldo Luiz Mincato

Resumo


Diferentes métodos de cálculo das perdas de solo por erosão hídrica foram comparados com a Tolerância de Perda de Solo em Latossolos tropicais. Foram utilizados o Método de Erosão Potencial e a Equação Universal de Perda de Solo Revisada. O Método de Erosão Potencial foi calculado no aplicativo Intensidade de Erosão e Escoamento e obteve uma média de perdas de solo de 1,46 Mg ha-1 ano-1 com descarga máxima de 649,31 Mg ano-1. Já pela Equação Universal de Perda de Solo Revisada, foi obtida uma média de perda de solo de 1,52 Mg ha-1 ano-1, com descarga máxima de 668,26 Mg ano-1. As perdas de solo calculadas pelos dois métodos foram similares e ficaram aquém do limite de Tolerância de Perda de Solo, que variou de 5,19 a 5,90 Mg ha-1 ano-1 e validam a aplicação do Método da Erosão Potencial em solos tropicais do sul de Minas Gerais.


Palavras-chave


EPM; RUSLE; IntErO; Degradação do Solo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/rdg.v0ispe.132694

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 André Silva Tavares, Henrique Mendes Júnior, Velibor Spalevic, Ronaldo Luiz Mincato

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

RDG - Revista do Departamento de Geografia
ISSN 2236-2878
Departamento de Geografia - FFLCH - USP
www.geografia.fflch.usp.br