Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Hidrodinâmica da Confluência dos Rios Cuiabá e Paraguai, Pantanal Mato-grossense

Leandro Domingos Luz, José Cândido Stevaux, Mauro Parolin, Aguinaldo Silva

Resumo


Zonas de confluência são marcadas pela forte interação de matéria e energia de canais com características distintas e se apresentam como ambiente único no contexto da bacia de drenagem. No caso do Pantanal, a incidência sazonal dos pulsos de inundação contribui para maior dinâmica entre os fluxos e até então sem estudos com esse espectro. Nesse sentido, foram executadas duas campanhas, na vazante (novembro 2015) e outra na cheia (abril de 2016), com a finalidade de caracterizar a hidrodinâmica da zona de confluência com uso da sonda Acoustic Doppler for Current Profiler. Os dados primários foram usados nas equações para caracterizar as condições hidráulicas e de geometria de canal. Observou-se que o rio Cuiabá, embora seja tributário do Paraguai, possui maior dominância no fluxo durante a vazante, bem como maior vazão e velocidade. A dinâmica entre os fluxos dos dois canais tem contribuído com a inundação perene na porção norte do Pantanal.


Palavras-chave


ADCP; Pulsos de Inundação; Hidrodinâmica de Zonas de Confluência; Rios Meandrantes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/rdg.v0ispe.132949

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Leandro Domingos Luz, José Cândido Stevaux, Mauro Parolin, Aguinaldo Silva

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

RDG - Revista do Departamento de Geografia
ISSN 2236-2878
Departamento de Geografia - FFLCH - USP
www.geografia.fflch.usp.br