Reflexões Acerca do Comércio e Consumo na Perspectiva da Geografia Humana

  • Tiago Estevam Gonçalves Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará- IFCE
  • José Borzacchiello da Silva Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Comércio, Consumo, Cultura, Geografia.

Resumo

Os estudos sobre a geografia do comércio e consumo iniciam-se aos poucos na ciência geográfica a partir das décadas de 1950 e 1960. Observa-se tal fato, principalmente, nas pesquisas realizadas pela geografia francófona a partir das investigações de Sporck, na Bélgica, Delobez e Beaujeau-Garnier, na França. Como também, pela geografia anglo-saxônica com estudos de Brian J. Berry. Nesse sentido, este artigo evidência a geografia do comércio e consumo sob uma perspectiva da geografia humana através dos diversos pressupostos, como por exemplo: a nova geografia, geografia crítica, virada cultural e o pós-estruturalismo geográfico. O artigo tem um caráter teórico englobando grandes baluartes da geografia do comércio e consumo. Em alguns momentos, mesmo com as divisões epistemológicas realizadas, parte-se da ideia que existe um emaranhando de concepções que, de certo modo, organizou-se na tentativa de ter uma visão mais abrangente e globalizante da geografia do comércio e consumo na sociedade da cultura do consumo. Não constitui-se necessariamente um estudo do percurso histórico, entretanto, observar-se alguns recortes temporais considerados relevantes para o entendimento dos pressupostos teórico-metodológicos que envolvem esse campo geográfico. Por fim, o artigo em seu bojo exprime o desencontro das temporalidades, os contrapontos entre o tradicional e o (pós) moderno, as continuidades e as descontinuidades do espaço urbano e metropolitano. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Estevam Gonçalves, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará- IFCE
Licenciado e Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Ceará, Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Professor de Geografia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará-IFCE.
José Borzacchiello da Silva, Universidade Federal do Ceará
Professor Emérito e Professor Titular da Universidade Federal do Ceará. Pós-doutoramento em Geografia Humana pela Université de Paris IV - Sorbonne. Doutor e mestre em Geografia Humana pela USP. Professor do programa de pós-graduação em geografia da UFC. Professor do Departamento de Geografia da PUC-RIO, Coordenador da àrea de Geografia da CAPES (2008/2010). Presidente da AGB (1986-1988). Presidente da ANPEGE (2003-2005). Membro do comitê científico das revistas - TERRA LIVRE, AURORA GEOGRAPHY JOURNAL(Portugal), NORBA Revista de Geografia (Espanha), CIDADES, CONFINS, MERCATOR, GEOGRAPHARES, ESPAÇO ABERTO, GEO UERJ. Atua na área de Geografia Urbana, especialmente no enfoque dos Movimentos Sociais. Coordena o Projeto "O Centro de Fortaleza". É articulista do Jornal O Povo. Exerceu a função de Assessor do Cearah Periferia, é membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz da CNBB. Realizou Expertise e Consultoria Internacional para o Conseil Scientifiqu da Open Edition que desenvolve a Plataforma Revue.org. Editou o livro French-Brazilian Geography - The Influence of French Geography in Brazil, pela Springer Briefs in Latin American Studies
Publicado
2017-12-22
Como Citar
Gonçalves, T., & Silva, J. (2017). Reflexões Acerca do Comércio e Consumo na Perspectiva da Geografia Humana. Revista Do Departamento De Geografia, 34, 95-105. https://doi.org/10.11606/rdg.v34i0.134427
Seção
Artigos