Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Evidências de Mudanças Climáticas em Viçosa (MG)

Fabio de Oliveira Sanches, Edson Soares Fialho, Robson Rodrigues Quina

Resumo


Os estudos de mudanças climáticas no Brasil ainda são escassos, muito em função da falta de séries climatológicas de longa duração, confiáveis e com poucas falhas. Em muitas localidades fora dos grandes centros, existem estações meteorológicas com séries históricas superiores a 30 anos, como em Viçosa (MG). Sendo assim, o objetivo deste trabalho é analisar o comportamento das temperaturas médias (máximas e mínimas) da superfície do ar, da pluviosidade e da umidade relativa, nas escalas anual e mensal, da região de Viçosa (MG), no período de 1968 a 2015, buscando evidências de mudanças climáticas e ampliando os estudos sobre a climatologia em escala regional no Brasil. As tendências foram avaliadas com a aplicação do Teste de Mann-Kendall e, a causalidade das correlações inversas, com a Análise de Covariância (ANCOVA). Dentre os resultados, verificou-se a progressiva elevação das temperaturas máximas na primavera, verão e outono, e das temperaturas mínimas em praticamente todos os meses do ano. O inverno tem se caracterizado por ser cada vez mais seco e prolongado, ocorrendo aumento das temperaturas na transição para o verão hidrológico (mês de outubro).

Palavras-chave


Temperaturas; pluviosidade; umidade relativa; tendência; testes estatísticos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/rdg.v34i0.138581

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Fabio de Oliveira Sanches, Edson Soares Fialho, Robson Rodrigues Quina

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

RDG - Revista do Departamento de Geografia
ISSN 2236-2878
Departamento de Geografia - FFLCH - USP
www.geografia.fflch.usp.br