Sistema de Informação Geográfica para o Turista Deficiente: Análise de Publicações e Tecnologias

  • Marcos Roque da Rosa Universidade Estadual do Oeste do Paraná https://orcid.org/0000-0001-7145-1069
  • Eliane Nascimento Pereira Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Renata Camacho Bezerra Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Palavras-chave: Turismo Acessível; Acessibilidade; Mobilidade; SIG

Resumo

O turismo acessível permite que as pessoas com deficiência atuem de forma independente e com dignidade em ambientes turísticos. Um Sistema de Informação Geográfica (SIG) permite a orientação do turista, fornecendo mapas digitais navegáveis, possibilitando a pesquisa e busca de informações de locais turísticos, bem como o conhecimento prévio da acessibilidade destes locais. A partir deste contexto, o artigo tem por objetivo apresentar uma análise de artigos científicos relacionados ao SIG para o turista deficiente e um levantamento de aplicativos existentes que ofereçam tal serviço. A pesquisa traz duas contribuições para este cenário: a primeira contribuição é a análise de como está sendo tratado o tema em relação à publicação de artigos científicos descrevendo as características dos trabalhos; a segunda contribuição é o levantamento de aplicativos existentes que podem auxiliar as pessoas com deficiência no turismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Roque da Rosa, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestrando em Tecnologias, Gestão e Sustentabilidade. Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE. Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados. Universidade Estadual de Londrina, UEL. Graduação em Tecnologia em Informática. Universidade Tecnológica Federal do Paraná, UTFPR. Atua como servidor público federal, cargo de Técnico de Tecnologia da Informação. Universidade Federal da Integração Latino-Americana, UNILA.

Eliane Nascimento Pereira, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutorado em Políticas Públicas e Formação Humana. Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional: Atua como professora titular na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Foz do Iguaçu/PR.

Renata Camacho Bezerra, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutorado em Educação. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional: Atua como professora Adjunto - TIDE na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Foz do Iguaçu/PR.

Referências

ABNT. NBR ISO 9241-11:2011. Requisitos ergonômicos para o trabalho com dispositivos de interação visual. Parte 11: Orientações sobre usabilidade. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Normas, 2011.
ALI, T. A. T.; SAEED, R. A.; FAGEERI, S. O. Web-based GIS Business Hotels Tourism Sites in Khartoum, Sudan. Proceedings - 2017 International Conference on Communication, Control, Computing and Electronics Engineering, ICCCCEE 2017, 2017.
BRASIL. Decreto no 6.949 de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2019.
BROVELLI, M. A.; MINGHINI, M.; ZAMBONI, G. Public participation in GIS via mobile applications. ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing, v. 114, p. 306–315, 2016.
DARCY, S.; CAMERON, B.; PEGG, S. Accessible tourism and sustainability: A discussion and case study. Journal of Sustainable Tourism, v. 18, n. 4, p. 515–537, 2010.
DARCY, S.; DICKSON, T. J. A whole-of-life approach to tourism: The case for accessible tourism experiences. Journal of Hospitality and Tourism Management, v. 16, n. 1, p. 32–44, 2009.
GARCÍA, J. J. C.; PLAZA, A. G.; JIMÉNEZ, C. R. METODOLOGÍA PARA EL ANÁLISIS DE LA CONTINUIDAD DEL ESPACIO PÚBLICO PARA EL TURISTA CON MOVILIDAD REDUCIDA. Gran Tour: Revista de Investigaciones Turísticas, p. 132–148, 2016.
GAVALAS, D. et al. Mobile recommender systems in tourism. Journal of Network and Computer Applications, v. 39, n. 1, p. 319–333, 2014.
HUI-WEI, S. et al. Resource navigation system of typical lijiang river tourism based on GIS and panorama technique. Proceedings - 7th International Conference on Intelligent Computation Technology and Automation, ICICTA 2014, v. 4, n. 978, p. 609–615, 2015.
IBGE. Censo demográfico : 2010 : características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Disponível em: . Acesso em: 5 dez. 2019.
KOZIEVITCH, N. P. et al. An Alternative and Smarter Route Planner for Wheelchair Users - Exploring Open Data. Proceedings of the 5th International Conference on Smart Cities and Green ICT Systems, p. 94–99, 2016.
KULAKOV, K. A. et al. Accessibility Map and “Social navigator” services for persons with disabilities. Conference of Open Innovation Association, FRUCT, p. 69–76, 2014.
KULAKOV, K. A.; SHABAEV, A. I.; SHABALINA, I. M. The route planning services approach for people with disability. 2015 17th Conference of Open Innovations Association (FRUCT). Anais...IEEE, abr. 2015Disponível em:
LAKATOS, E. M.; MARCONI, E. M. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Editora Atlas, 2003.
LONGLEY, P. A. et al. Sistemas e Ciência da Informação Geográfica. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2013.
MOBASHERI, A.; DEISTER, J.; DIETERICH, H. Wheelmap: the wheelchair accessibility crowdsourcing platform. Open Geospatial Data, Software and Standards, v. 2, n. 1, p. 27, 2017.
PARANÁ. Turismo em Números 2018. Disponível em: . Acesso em: 28 fev. 2019.
RODA, M. et al. An integrated methodology model for smart mobility system applied to sustainable tourism. 2017 IEEE 3rd International Forum on Research and Technologies for Society and Industry (RTSI), p. 1–6, 2017.
RODRIGUEZ-SANCHEZ, M. C. et al. Accessible smartphones for blind users: A case study for a wayfinding system. Expert Systems with Applications, v. 41, n. 16, p. 7210–7222, 2014.
SANTOS, F. et al. Using POI functionality and accessibility levels for delivering personalized tourism recommendations. Computers, Environment and Urban Systems, 2017.
SIGNORETTI, A. et al. Trip 4 All: A Gamified App to Provide a New Way to Elderly People to Travel. Procedia Computer Science, v. 67, n. Dsai, p. 301–311, 2015.
SMIRNOV, A. et al. Application for e-Tourism: Intelligent Mobile Tourist Guide. Proceedings - 2015 IIAI 4th International Congress on Advanced Applied Informatics, IIAI-AAI 2015, p. 40–45, 2016.
TONGKAW, S. GIS Application Management for Disabled People. IOP Conference Series: Materials Science and Engineering, v. 226, p. 012112, 2017.
TRANFIELD, D.; DENYER, D.; SMART, P. Towards a Methodology for Developing Evidence-Informed Management Knowledge by Means of Systematic Review. British Journal of Management, v. 14, n. 3, p. 207–222, set. 2003.
UNWTO. Global Code of Ethics for Tourism - Article 7. Disponível em: . Acesso em: 1 ago. 2018.
VEENENDAAL, B.; BROVELLI, M. A.; WU, L. Cloud/web mapping and geoprocessing services - Intelligently linking geoinformation. ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing, v. 114, p. 243–244, 2016.
WANCHUN, Z. Design and Implementation of Intelligent Tourism Platform for Mobile Terminal. 2017 International Conference on Smart Grid and Electrical Automation (ICSGEA), p. 705–708, 2017.
WTTC. Travel & Tourism Economic Impact 2018. London: [s.n.]. Disponível em: .
XIAO, W. et al. Geoinformatics for the conservation and promotion of cultural heritage in support of the UN Sustainable Development Goals. ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing, v. 142, p. 389–406, 2018.
Publicado
2019-07-06
Como Citar
Rosa, M., Pereira, E., & Bezerra, R. (2019). Sistema de Informação Geográfica para o Turista Deficiente: Análise de Publicações e Tecnologias. Revista Do Departamento De Geografia, 37, 58-69. https://doi.org/10.11606/rdg.v37i0.156706
Seção
Artigos