PROBLEMAS AMBIENTAIS NAS ÁREAS DE PROTEÇÃO AOS MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

  • Isabel Cristina Moroz
  • Kátia Canil
  • Jurandyr Luciano Sanches Ross
Palavras-chave: mananciais, áreas de proteção, problemas ambientais

Resumo

O presente trabalho discute a problemática das Áreas de Proteção aos Mananciais da Região Metropolitana de São Paulo, confrontando a questão da legislação e as formas de ocupação que ocorreram nestas áreas, a fim de chegar à resultados que indicam as transgressões à lei, bem como as alterações ambientais que as áreas estão sofrendo. Desse modo, a sistemática do trabalho consistiu em uma análise integrada do meio físico-biótico e sócio-econômico, através de um levantamento dos tipos de uso e ocupação do solo, sua densidade, dinâmica e evolução ao longo do tempo, nos níveis de intervenções decorrentes, as transgressões à legislação e as conseqüências ao ambiente natural e à qualidade de vida das populações locais. Para tanto, serão apresentados dois exemplos que tratam desta questão, sendo o primeiro de caráter regional, referente a bacia do Juqueri (Sistema Cantareira) e o segundo, com uma abordagem local, específica de uma pequena sub-bacia do rio Caulim (Sistema Guarapiranga). Portanto, o trabalho consiste em um diagnóstico ambiental, cujo produto final são documentos cartográficos que representam as alterações ambientais decorrentes das transgressões à Lei de Proteção aos Mananciais, ou seja, Carta de Derivações Ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-11-07
Como Citar
Moroz, I., Canil, K., & Ross, J. (2011). PROBLEMAS AMBIENTAIS NAS ÁREAS DE PROTEÇÃO AOS MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. Revista Do Departamento De Geografia, 7, 35-48. https://doi.org/10.7154/RDG.1994.0007.0003
Edição
Seção
Artigos