[1]
J. Ross, “O RELEVO BRASILEIRO, AS SUPERFÍCIES DE APLANAMENTO E OS NÍVEIS MORFOLÓGICO”S, Rev. Dep. Geogr., vol. 5, p. 7-24, nov. 2011.