O pensamento de Emilia Ferreiro sobre alfabetização

Autores

  • Márcia Cristina de Oliveira Mello Universidade Estadual de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-7686.v1i2p85-92

Palavras-chave:

alfabetização, construtivismo, educação, Brasil, Emilia Ferreiro, história da alfabetização

Resumo

Com o objetivo de contribuir para a compreensão de um importante momento da história da alfabetização no Brasil, analisam-se aspectos do pensamento da pesquisadora Emilia Ferreiro (1937 - ) sobre alfabetização, com ênfase em suas concepções a respeito do processo de construção do conhecimento da língua escrita, por parte de crianças, que resultam de sua pesquisa sobre a psicogênese da língua escrita, fundamentada na Epistemologia Genética de Jean Piaget e na Psicolingüística de Noam Chomsky, e que tiveram significativa repercussão em nosso país, a partir de meados dos anos de 1980. O tema é abordado de uma perspectiva histórica, por meio da utilização de procedimentos de localização, reunião e ordenação da bibliografia disponível de e sobre Emilia Ferreiro e da análise da configuração textual do livro Psicogênese da língua escrita

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-08-01

Como Citar

Mello, M. C. de O. (2007). O pensamento de Emilia Ferreiro sobre alfabetização . Acolhendo a Alfabetização Nos Países De Língua Portuguesa, 1(2), 85-92. https://doi.org/10.11606/issn.1980-7686.v1i2p85-92

Edição

Seção

Fundamentos da Educação e Alfabetização