O referencial de vulnerabilidade ao HIV/AIDS aplicado às famílias: um exercício reflexivo

  • Diego Schaurich Centro Universitário Franciscano
  • Hilda Maria Barbosa de Freitas Centro Universitário Franciscano
Palavras-chave: Família, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, Vulnerabilidade, HIV

Resumo

Objetiva-se realizar um exercício reflexivo acerca das vulnerabilidades que se apresentam no contexto das famílias que convivem com o Vírus da Imunodeficiência Humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (HIV/Aids), tendo como fundamentação a literatura pertinente. Para tanto, buscou-se tecer considerações em relação à pluralidade das famílias na contemporaneidade, bem como apresentar as compreensões e desdobramentos do referencial de vulnerabilidade à epidemia da Aids. Por fim, foram descritas aproximações e reflexões referentes às vulnerabilidades à infecção pelo HIV e/ou adoecimento por Aids a que estão expostas as famílias, em seus planos individual, social e programático. Conclui-se a enorme importância de se conhecer estas vulnerabilidades específicas vivenciadas pelas famílias, a fim de que se possa nortear e desenvolver as ações de cuidado em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-08-01
Como Citar
Schaurich, D., & Freitas, H. (2011). O referencial de vulnerabilidade ao HIV/AIDS aplicado às famílias: um exercício reflexivo. Revista Da Escola De Enfermagem Da USP, 45(4), 989-995. https://doi.org/10.1590/S0080-62342011000400028
Seção
Estudo Teórico