Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Prevenção da hipotermia no transoperatório: comparação entre manta e colchão térmicos

Ariane Marques Moysés, Armando dos Santos Trettene, Laís Helena Camacho Navarro, Jairo Aparecido Ayres

Resumo



O objetivo deste estudo foi comparar a eficiência da manta e colchão térmicos na prevenção da hipotermia no transoperatório. Participaram 38 pacientes randomizados em 2 grupos (G1 – manta térmica e G2 – colchão térmico). As variáveis estudadas foram: tempo cirúrgico, tempo de permanência na sala de recuperação pós-anestésica, tempo sem a utilização do dispositivo térmico após a indução anestésica, tempo de transporte entre a sala cirúrgica e a de recuperação, infusão defluido no intraoperatório, porte cirúrgico, técnica anestésica, idade, índice de massa corpórea, temperatura axilar, esofágica e da sala cirúrgica. No G2, o tempo cirúrgico e a infusão de amido foram maiores (ambos p=0,03), porém, não ocorreu hipotermia. Durante o procedimento anestésico cirúrgico, a temperatura axilar foi maior aos 120 minutos (p=0,04) e a temperatura esofágica foi maior aos 120 (p=0,002), aos 180 minutos (p=0,03) e ao final da cirurgia (p=0,002). O colchão térmico mostrou-se mais eficaz na prevenção da hipotermia no transoperatório.


Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420140000200005

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank