Amazônia, Educação e Saúde na Política da Boa Vizinhança

A trajetória de Alan Fisher no Brasil (1942-1945)

  • Rômulo de Paula Andrade Fundação Oswaldo Cruz FIOCRUZ-RJ
Palavras-chave: História da Amazônia, política da boa vizinhança, história da saúde pública, história das relações internacionais, história da fotografia

Resumo

Após a Segunda Guerra Mundial Alan Fisher produziu imagens com o objetivo de divulgar o trabalho do recém-criado Serviço Especial de Saúde Pública (Sesp). O fotógrafo era contratado do Office of Inter-American Affairs, agência criada para dinamizar a chamada política da boa vizinhança. Mais que a captura de paisagens amazônicas, as fotografias de Alan Fisher pretendiam retratar uma Amazônia moderna, na qual ciência e saúde – possibilitadas pela atuação dos médicos do Sesp – seriam os elementos fundamentais para superar a condição periférica em que a região se encontrava. Fisher também foi correspondente de guerra, cobrindo a atuação da Força Expedicionária Brasileira na Itália, e percorreu o interior do país colaborando com a exibição de filmes educativos que pretendiam ensinar melhores hábitos sanitários às populações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rômulo de Paula Andrade, Fundação Oswaldo Cruz FIOCRUZ-RJ

Professor do Programa de Pós Graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz

Referências

ANDRADE, Rômulo de Paula. “Conquistar a terra, dominar a água, sujeitar a floresta”: Getúlio Vargas e a revista “Cultura Política” redescobrem a Amazônia (1940-1941). Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 5, n. 2, p. 453-468, 2010. Disponível em: <https://bit.ly/2kmwMjj>. Acesso em: 8 ago. 2019. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1981-81222010000200015.

ANGOTTI-SALGUEIRO, Heliana. A construção de representações nacionais: os desenhos de Percy Lau na Revista Brasileira de Geografia e outras “visões iconográficas” do Brasil moderno. Anais do Museu Paulista, São Paulo, v. 13, n. 2, p. 21-72, 2005. Disponível em: <https://bit.ly/2lGHIZ0>. Acesso em: 6 set. 2019. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-47142005000200003.

BORGES, Maria Eliza Linhares. História & Fotografia. 2ª edição. São Paulo: Autêntica, 2008.

BURKE, Peter. Testemunha ocular: história e imagem. Bauru: Edusc, 2004.

CAMPOS, André Luiz Vieira. Políticas internacionais de saúde na Era Vargas: o serviço especial de saúde pública, 1942-1960. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2006.

CASTRO SANTOS, Luiz Antônio de. O Pensamento Sanitarista na Primeira República: uma ideologia de construção da nacionalidade. Dados: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, p. 193-210, 1985.

CONCEDIDA medalha de campanha a correspondentes. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 6/12/1945, p. 2.

CUETO, Marcos. Imágenes de la salud, la enfermedad y el desarrollo: fotografías de la Fundación Rockefeller en Latinoamérica. História, Ciências, Saude-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 5, n. 3, p. 679-704, 1999. Disponível em: <https://bit.ly/2knSSBZ>. Acesso em: 14 nov. 2016. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59701999000100007.

DEPOIS de dez meses com a F.E.B. no “front” italiano. Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 6/7/1945, p. 4.

DUBOIS, Philippe. O Ato fotográfico e outros ensaios. Campinas: Papirus, 1993.

Em guarda - para a defesa das América, Washington DC, v. 4, n. 2, 1944

EXPOSIÇÃO de fotografias da Força Expedicionária Brasileira. Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 2/10/1945, segunda seção.

FISHER, Alan. Foreign affairs Oral History Collection, 1989. The Association for Diplomatic Studies and Training Foreign Affairs Oral History Project Information Series. Disponível em: https://www.loc.gov/collections/foreign-affairs-oral-history/, p.1-18, último acesso: 20/09/2019

GALVÃO, Francisco. O sentido social da Amazônia. Cultura Política – Revista mensal de estudos brasileiros, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 149-158, 1941.

HANSON, Earl Parker. The Amazon: a new frontier. Nova Iorque: Foreign Policy Association, Mar. 1944.

HOCHMAN, Gilberto. “O Brasil não é só doença”: o programa de saúde pública de Juscelino Kubitschek. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 16, supl. 1, p. 313-331, 2009. Disponível em: <https://bit.ly/2knU4oX>. Acesso em: 28 jan. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702009000500015.

HOCHMAN, Gilberto et al. Malaria in pictures: images from Brazil’s Public Health campaigns in the first half of the Twentieth Century. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 9, supl. 0, p. 233-273, 2002. Disponível em: <https://bit.ly/2k7hm28>. Acesso em: 14 nov. 2016. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702002000400011.

KOSSOY, Boris. Fotografia & História. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.

LACERDA, Aline Lopes de. A fotografia nos arquivos: produção e sentido de documentos visuais. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 19, n. 1, p. 283-302, 2012. Disponível em: <https://bit.ly/2kyyFct>. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702012000100015.

LIMA, Nísia Trindade. Um sertão chamado Brasil. Rio de Janeiro: Revan, 1999.

LISSOVSKY, Maurício. Brasil, refúgio do olhar: trajetória de um fotógrafo exilado no Rio de Janeiro dos anos 1940. Revista Brasileira de História da Mídia, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 31-44, 2013. doi: https://doi.org/10.26664/issn.2238-5126.2220134080.

MAUAD, Ana Maria. Flávio Damm, profissão fotógrafo de imprensa: o fotojornalismo e a escrita da história contemporânea. História, São Paulo, v. 24, n. 2, p. 41-78, 2005. Disponível em: <https://bit.ly/2kmz7uy>. Acesso em: 12 nov. 2016. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-90742005000200003.

MAUAD, Ana Maria. Poses e flagrantes: ensaios sobre história e fotografia. Niterói: Eduff, 2008.

MIRANDA, Gabriela Alves. Doutores da Batalha da Borracha: os médicos do Serviço Especial de Mobilização de Trabalhadores para a Amazônia (SEMTA) e o recrutamento de trabalhadores para os seringais em tempo de guerra (1942-1943). Dissertação de Mestrado em História das Ciências e da Saúde, Casa de Oswaldo Cruz, Fiocruz, Rio de Janeiro, 2013.

MOURA, Gerson. Tio Sam chega ao Brasil: a penetração cultural norte-americana. São Paulo: Brasiliense, 1984.

MOURA, Gerson. O Brasil na Segunda Guerra Mundial (1942-1945). In: ALBUQUERQUE, José Augusto Guilhon et al. (coord.). Sessenta anos de política externa brasileira (1930-1990): crescimento, modernização e política externa. São Paulo: Nupri-USP; Cultura Editores Associados, 1995, p. x-y.

MYRDALL, Gunnar. Economics aspects of health. Who Chronicle, Geneva, v. 6, n. 7-8, p. 224-242, 1952.

PHOTO Fever – Learn from the ‘pros’. Alan Fisher. Sarasota Journal, Sarasota, 17/04/1980, p. 18.

SECRETO, María Verónica. A ocupação dos “espaços vazios” no governo Vargas: do “discurso do Rio Amazonas” à saga dos soldados da borracha. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n. 40, p. 115-135, jul./dez. 2007. Disponível em: <https://bit.ly/2lGjnms>. Acesso em: 6 set. 2019.

SILVA, James Roberto. Fotografia e ciência: a utopia da imagem objetiva e seus usos nas ciências e na medicina. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 9, n. 2, p. 343-360, 2014. Disponível em: <https://bit.ly/2CpoCia>. Acesso em: 8 ago. 2019. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1981-81222014000200006.

SOUSA, Amandia Braga Lima; SCHWEICKARDT, Júlio César. “O Sesp nunca trabalhou com índios”: a (in)visibilidade dos indígenas na atuação da Fundação Serviços de Saúde Pública no estado do Amazonas. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 20, n. 4, p. 1635-1655, 2013. Disponível em: <https://bit.ly/2kx3i24>. Acesso em: 15 nov. 2016. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-597020130005000012.

TOTA, Antonio Pedro. O imperialismo sedutor: a americanização do Brasil na época da Segunda Guerra Mundial. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

VARGAS, Getúlio. O discurso do rio Amazonas. Cultura Política: revista de estudos brasileiros, Rio de Janeiro, v. 1, n. 8, p. 228-229, 1941.

VASCONCELOS, Camilo de Mello. As representações das lutas de independência no México na ótica do muralismo: Diego Rivera e Juan O´Gorman. L’Ordinaire des Amériques, Toulouse, v. 212, p. 183-203, 2010.

WEINSTEIN, Barbara. Modernidade tropical: visões norte-americanas da Amazônia nas vésperas da Guerra Fria. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, n. 45, p. 153-176, 2007. Disponível em: <https://bit.ly/2kzltUT>. Acesso em: 6 set. 2019. doi: https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i45p153-176.

Publicado
2019-10-18
Seção
Dossiê: Amazônia Global: Espaços de Circulação e Representação da Fronteira