Maquinações Satânicas: Edward Thompson e as leituras do sistema fabril

  • Adalberto Marson UNICAMP; IFCH; Departamento de História
Palavras-chave: sistema fabril, revolução industrial, trabalho, religião, ideologia

Resumo

O artigo estuda a intertextualidade de escritos sobre fábricas na época da Revolução industrial, em particular do livro de Andrew Ure, através de Marx e do historiador Edward Thompson. Ure apresentava a idéia de um novo princípio reorganizador das relações humanas, que Marx desmascarou através da lógica dialética como um método de exploração dos trabalhadores. Já Thompson, relacionou o racionalismo deista de Ure com a ideologia religiosa de disciplinarização do trabalho artesanal num sistema propriamente fabril. O historiador resgatou tendências contraditórias da época, reconstituindo as mediações entre o processo de dominação dos empresários industriais e as estratégias de resistência dos trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1989-12-30
Seção
Artigos