Intelectuais e artistas nas estratégias francesas de"propaganda cultural" no Brasil (1940-1944)

  • Hugo Suppo Universidade Paris III
Palavras-chave: Relações Internacionais, Política Cultural, Propaganda Cultural, Presença Francesa no Brasil, Intelectuais

Resumo

Análise comparativa dos discursos das diferentes políticas culturais francesas a partir da documentação dos Arquivos Diplomáticos franceses. A comparação das estratégias gaullista e vichysta esclarece os verdadeiros interesses das"missões" dos intelectuais e artistas franceses: utilizar a influência cultural francesa sobre as elites brasileiras como instrumento de propaganda política.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1995-12-30
Seção
Artigos