Igreja e italianidade: Rio Grande do Sul (1875-1945)

  • Paulo César Possamai Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; DH
Palavras-chave: Igreja, nacionalismo, imigração, colonização, italianidade

Resumo

Este artigo analisa a posição adotada pelo clero católico a respeito da política de italianidade entre os imigrantes italianos no Estado do Rio Grande do Sul. Enquanto os carlistas protegiam o nacionalismo italiano entre os colonos e eram favoráveis a uma boa relação entre a Igreja Católica e o Reino da Itália, para os capuchinhos a italianidade era útil para conservar a fé católica entre os colonos, mas eles apoiavam o ponto de vista conservador do Vaticano que via o Estado liberal italiano como o usurpador das terras do papado.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1999-12-30