Biblioteca gramsciana: os livros da prisão de Antonio Gramsci

  • Lincoln Secco Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Depto. de História
Palavras-chave: História do Marxismo, História do livro, História da Itália, Fascismo, Comunismo

Resumo

Este artigo apresenta as conclusões preliminares de uma pesquisa sobre os livros da biblioteca da prisão lidos por Antonio Gramsci. Tendo a sua disposição apenas alguns livros de autores marxistas, Gramsci foi capaz de refletir as questões mais importantes de seu tempo. Além disso, procuro demonstrar que ele analisou os livros e seus editores como meios de ligação entre a cultura e o público.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2004-06-30