Formação da consciência do juiz no Vice-reinado do Peru

Autores

  • Rafael Ruiz Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2014.89015

Palavras-chave:

Teologia moral, consciência, América espanhola

Resumo

O presente artigo procura analisar, por meio da obra Flores Summarum seu Alphabetum Morale, do teólogo jesuíta peruano Juan de Alloza (1597-1666), os argumentos e as proposições utilizadas para formar a consciência dos juízes à hora de prolatarem as suas sentenças, tentando mostrar como a teologia moral exercia uma profunda influência nas questões jurídicas e nas decisões judiciais durante os séculos XVII e XVIII na América espanhola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Ruiz, Universidade Federal de São Paulo

O autor é doutor pelo Programa de Pós-Graduação em História Social do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo e professor adjunto de História da América no Departamento de História da Escola de Filosofia, Letras e Ciências.

Downloads

Publicado

2014-12-18

Edição

Seção

Artigos