Foco e Escopo

O nome ARA, que designa Tempo no tronco linguístico tupi- guarani, foi eleito também por instituir entes essenciais à vida, entre os quais luz, aurora, nascimento e renovação, como incide todo dia no mundo. Associam-se a estes indicativos, outros, raros na hora atual: lucidez, iluminação, união entre extremos e temporalidade, responsáveis para pensar o Outro na chave de humanidade. Ara compõe inúmeras palavras como prefixo, para nomes de pessoas, ruas, rios e cidades, que recordam um veio submerso, ou seja, o papel fulgurante de várias etnias na formação das Américas.

A Revista ARA situa-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo/FAU da Universidade de São Paulo/USP, que revela bela experiência de união entre História, Tecnologia e Projeto, os Departamentos em que se divide, para formar cidadãos, mais que profissionais, a par de diferenças e embates. O Grupo Museu/Patrimônio-GMP, em sua revista, busca temas transdisciplinares para debates, confrontos e trocas. A publicação será bianual, com chamadas para artigos, ensaios e resenhas relacionados. Cada trabalho será analisado, ao menos por dois pareceristas, indicados pelo Conselho Editorial.

Processo de Avaliação pelos Pares

A revista adota uma política de double blind review, em que ao menos dois pareceristas avaliam as contribuições sem identificação dos autores. Haverá trabalho preliminar realizado pelo conselho editorial denominado  “desk-rejection,” pela qual o Comitê Editorial, após uma avaliação preliminar do artigo com a assessoria de Editores Associados, pode decidir por rejeitá-lo, sem encaminhá-lo a pareceristas, caso o artigo (i) não forneça uma contribuição original, (ii) não esteja assentado em uma metodologia rigorosa, (iii) não cumpra quaisquer das exigências formais mencionadas acima (referentes a, por exemplo, formatação, limite de páginas, e anonimato no corpo do artigo e no arquivo), (iv) apresente uma redação descuidada ou prolixa, ou (v) não se alinhe ao escopo da revista.

Em caso de número elevado de submissões, pode-se solicitar aos autores cujos trabalhos sejam aceitos para publicação na revista, que venham a colaborar como avaliadores.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.